Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Allium fistulosum L.

Allium fistulosum L.

Família: AMARYLLIDACEAE

Nome científico: Allium fistulosum L.

Nome popular: cebolinha

 

Allium fistulosum - Canto das Flores 1

Allium fistulosum - Canto das Flores 2

Fotos: Ricardo Cardoso Antonio

Allium fistulosum - Canto das Flores - Forest e Kim Starr 3

Foto: Forest e Kim Starr / Creative Commons BY

Allium fistulosum - Canto das Flores - Forest e Kim Starr 5

Foto: Forest e Kim Starr / Creative Commons BY

Allium fistulosum - Canto das Flores - Forest e Kim Starr 4

Foto: Forest e Kim Starr / Creative Commons BY

Allium fistulosum - Canto das Flores - Forest e Kim Starr 6

Foto: Forest e Kim Starr / Creative Commons BY

Barra exsicata

Para o PDF da etiqueta, clique aqui.

Allium fistulosum - exsicata

Foto: Matheus Gimenez Guasti

Barra verde - características

Nativo do continente asiático, o Allium fistulosum, popularmente conhecido no Brasil como cebolinha ou cebola chinesa, é uma das ervas aromáticas mais utilizadas em todo o mundo. Seu aroma e sabor vêm, há séculos, incrementando a gastronomia de vários países; além disso, possui floração ornamental e é utilizada como planta medicinal.

A cebolinha se apresenta como uma erva perene que atinge até cerca de 0,50 m de altura. Possui pequenos bulbos, quase indistintos, finos e levemente cônicos, esbranquiçados e com perfilhos na sua base, formando uma touceira. Destes bulbos partem suas folhas, com base rígida, reta e branca; a parte superior, levemente aromática, é linear, verde-azulada, glauca, cilíndrica, fistulosa e inflada desde a base, com ápice acuminado. Sua inflorescência é terminal, do tipo umbela, reunida na extremidade de um escapo floral longo, cilíndrico e oco, sendo protegida por uma espata bivalvar. Cada umbela possui entre 50 a 100 pequenas flores, cada uma com seis tépalas de cor branco-esverdeada e estames muito proeminentes, com anteras amarelas bastante visíveis. Os frutos são tipo cápsula com sementes pequenas, escuras e angulosas.

Com sua utilização culinária estendida por todo o mundo, a cebolinha é um ingrediente aromático quase que obrigatório no preparo de saladas, guarnições, sopas, molhos, ensopados, salteados, patês, pastas, omeletes e temperos caseiros. Fundamental no preparo de pratos orientais, a cebolinha se tornou item essencial na gastronomia das cozinhas chinesa, japonesa e coreana. Por conta da sua versatilidade, é comumente cultivada em pequenos jardins, hortas ou até mesmo em sementeiras, fazendo com que esteja sempre à mão, para que possa ser colhida, lavada e rapidamente adicionada a preparações culinárias. No entanto, vale ressaltar que o uso do Allium fistulosum vai além do âmbito alimentício, abrangendo também o medicinal e cosmético, devido às suas propriedades antioxidantes. Por ser uma fonte de vitaminas A e C, a cebolinha é muito usada pela medicina tradicional no tratamento doenças da vista e, principalmente, de resfriados e gripes, atuando como expectorante, antipirética e analgésica. Possui também ação bactericida, fungicida, neuro-estimulante e repelente.

O nome do gênero, Allium é proveniente do latim, originando as palavras alho, no português, ajo no espanhol, ail no francês e aglio, em italiano. Seu epíteto específico, fistulosum, remete à característica tubular de suas folhas cilíndricas e infladas. 

De acordo com a literatura, a cebolinha é originária da região noroeste da China, mas não são conhecidas formas selvagens, apenas cultivadas. Embora exista uma estreita relação desta espécie com o Allium altaicum Pall., comum na Mongólia e Sibéria, sua ascendência é, ainda, desconhecida. Há registros do uso da cebolinha na China por volta do ano 200 a.C. e da sua chegada no Japão antes do ano 500 d.C. Até o início do século XX, a cebolinha era a espécie do gênero Allium mais importante na culinária asiática. Cabe lembrar que no gênero Allium ainda ocorrem: a cebola (Allium cepa L.), o alho (Allium sativum L.) e o alho poró (Allium porrum L.).  No século XVII, a cebolinha foi levada à Europa e lá denominada Welsh onion, que embora signifique literalmente "cebola galesa", origina-se da palavra welisc em inglês antigo ou welsche em alemão antigo, e expressa o sentido de "cebola estrangeira". 

Seja cebolinha aqui no Brasil, Welsh onion na Inglaterra, cong na China, ciboulette na França, cipoletta na Itália, Schnittzwiebel na Alemanha, bieslook na Holanda, negi no Japão, chung em Taiwan, pa na Coreia, cebolleta na Espanha, escallion na Jamaica, ou tantas outras denominações ao redor do mundo... Hoje em dia, a cebolinha possui seu lugar garantido na culinária de qualquer país e, apesar da diversidade de nomes e das curiosas histórias que eles podem carregar consigo, para nós ela se apresenta com nome e sobrenome, em latim, por gentileza: Allium fistulosum, com muito prazer. E com muito sabor...

Autoria: Aíres Vanessa Cavalcante dos Santos e Sandra Zorat Cordeiro

Barra verde - referências bibliográficas

GBIF - Global Biodiversity Information Facility. Allium fistulosum L. Disponível em: https://www.gbif.org/species/2856504. Acesso em: 30 Jul. 2020.

Missouri Botanical Garden - Plant Finder. Allium fistulosum. Disponível em: https://www.missouribotanicalgarden.org/PlantFinder/PlantFinderDetails.aspx?taxonid=256068&isprofile=1&basic=allium%20fistulosum. Acesso em: 30 Jul. 2020. 

Oliveira, F.L.; Shalders, G.; Souza, A.M.; Quaresma, M.A.L.; Silva, D.M.N; Zinger, F.D. Produção de Cebolinha a partir de diferentes preparos de mudas. Horticultura Brasileira, v. 30, n. 2, Suplemento - CD Rom, S3853- S3860, 2012

Oyen, L.P.A.; Soenoeadji. Allium fistulosum L. In: Siemonsma, J.S. & Kasem Piluek (Eds). Plant Resources of South-East Asia No 8. Vegetables. Pudoc Scientific Publishers, Wageningen, Netherlands. pp. 73–77, 1993.

Quattrocchi, U. CRC World Dictionary of Medicinal and Poisonous Plants: Common Names, Scientific Names, Eponyms, Synonyms, and Etymology. Reimpressão. Boca Raton: CRC Press. 2012.

Ravindran, P.N. The Encyclopedia of herbs and spices. Boston: CABI. 2017. 

Singh, B.K.; Ramakrishna, Y. Welsh onion (Allium fistulosum L.): A promising spicing-culinary herb of Mizoram. Indian Journal of Hill Farming, v. 30; n. 2, p. 201-208, 2017.

The WorldWide Vegetables. Allium fistulosum L. - Welsh Onion, Bunching Onion. Disponível em: http://theworldwidevegetables.weebly.com/allium-fistulosum-welsh-onion.html. Acesso em: 03 Ago. 2020. 

 contador

Menu

Página Inicial

Histórico

Patrono

Acervo

- Coleção Claudia Bove

Serviços

Equipe

Colaboradores

Parcerias

Projetos de Extensão   

- Canto das Flores ONLINE  Novo 3

     Logo Coleção Didática - definitivo

Fale conosco

Divulgação

HUNI na mídia

Eventos

Agradecimentos

 

ACESSO AO ACERVO HUNI

>>> JABOT <<<

     Logo HUNI sem nome 

>>> SPECIES LINK <<<

     Logo HUNI sem nome

Nossas mídias sociais: 

Logo Facebook   Logo Instagram

 

Apoio

Logo FAPERJ

 

 

 

 

Colaboração

              JBRJ

 INCT

SpeciesLink