Portal UnirioGuia Telefônico Contatos
Você está aqui: Página Inicial / Projetos de Pesquisa

Projetos de Pesquisa

Os projetos de pesquisa em desenvolvimento pelos docentes do PPGEAC revelam em seus objetivos abordagens de estudos sobre a pedagogia das artes cênicas. Discentes do Programa se articulam aos projetos docentes e podem acompanhar experiências pedagógicas de orientadoras e orientadores, a partir de afinidades conceituais, temáticas ou metodológicas, especialmente no Seminário de Prática Docente. As disciplinas Estudos Avançados em Processos Cênicos em Educação e Tópicos Especiais em Ensino de Artes Cênicas proporcionam um diálogo com a bibliografia atualizada dos projetos de pesquisa em andamento.

 

A pedagogia do teatro e a formação docente: perspectivas epistemológicas, pedagógicas e estéticas – Coordenação Prof. Adilson Florentino

Contemporaneamente, na última década, com a representativa e crescente criação de Cursos de Graduação em Teatro, principalmente nas Instituições Públicas de Ensino Superior, emerge um significativo interesse pela profissionalização dos artistas cênicos e pela formação inicial dos professores de Teatro. A inserção de Cursos de Graduação em Teatro, tanto na modalidade de bacharelado como de licenciatura, permite a produção de uma profunda reflexão em torno dos múltiplos sentidos implicados nessa instigante formação profissional. O eixo de investigação aqui abordado aponta para as especificidades da formação dos Cursos de Licenciatura em Teatro nos seguintes dispositivos constituidores, a saber, a matriz curricular, os processos de aprendizagem e a articulação arte-docência. O viés analítico há de circunscrever os projetos pedagógicos de todas as instituições públicas formadoras de professores de Teatro no território nacional a partir de uma perspectiva crítico-emancipatória e com o objetivo de explicitar as tendências e contra tendências pedagógicas existentes, bem como as dimensões epistemológicas e estéticas subjacentes.

 

Pedagogias de ator: exercícios de si e da cena nas tradições da máscara e da palhaçaria – Coordenação Profa. Ana Achcar

A pesquisa trata da investigação e do desenvolvimento de abordagens pedagógicas e/ou artísticas do processo de criação atoral tomando como base de estudo a tradição das máscaras e da palhaçaria e a organização, sistematização e classificação das notas de cursos ministrados para formação e treinamento do ator na universidade nos últimos 25 anos.

 

O acontecimento teatral na sala de aula – Coordenação Profa. Andrea Bieri

Na intersecção do ensino das artes cênicas com a filosofia, a pesquisa tem como ponto de partida algumas proposições do teatrólogo argentino Jorge Dubatti e resgata, também, o diálogo entre alguns princípios pedagógicos de Paulo Freire e e de Orlando Fals Borda (nomeadamente, a teoria da ação dialógica e a IAP). O objetivo principal é, através da oferta de oficinas regulares realizadas com os alunos do mestrado profissional em ensino de artes cênicas, propiciar um espaço de reflexão e discussão a respeito dos aspectos metodológicos e epistemológicos de suas próprias pesquisas, geralmente efetuadas em concomitância com o exercício docente no ensino médio e/ou fundamental e que têm, por isso, suas especificidades.

 

Metodologias para abordagem da História do Teatro Brasileiro em sala de aula – Coordenação Profa. Angela Reis

O projeto pretende investigar metodologias para a abordagem da História do Teatro Brasileiro em sala de aula a partir de dois vieses: no primeiro, o fio condutor da pesquisa será o diálogo entre as histórias de vida dos estudantes e os conteúdos discutidos no âmbito da disciplina Teatro, Cultura e Sociedade, ministrada por mim no Curso de Licenciatura em Teatro da Escola de Teatro da UNIRIO; no segundo, em paralelo, será utilizado também o arsenal teórico da História Oral para investigar a história do teatro de revista carioca a partir de entrevistas com J. Maia, famoso contrarregra do teatro brasileiro, residente no Retiro dos Artistas e detentor não só de rica vivência nesse campo mas também de valioso acervo documental sobre o tema.

 

Teatro de Reminiscências – Coordenação Profa. Carmela Soares

Investigação dos processos de criação em que a coleta de histórias de vida e fragmentos de memórias dos mais velhos são coletados e, posteriormente, transportados para à cena e sua importância para a pedagogia do ensino do teatro e a formação de professores.

 

Formas de atuação em triangulação – Coordenação Prof. Daniel Marques

Este projeto de pesquisa visa estudar os mecanismos e instrumentos da atuação cênica em situação de triangulação - portanto, em constante intercâmbio entre palco e plateia -, presentes na construção de tipos cômicos, no melodrama, nas técnicas de epicização e na arte do palhaço. Embora muitas se fundamentem em práticas teatrais de longa duração, estas técnicas e métodos artísticos apresentam forte relação com o teatro contemporâneo, em fecunda e potente contração entre contemporaneidade e tradição, que aponta caminhos para a formação de atores, diretores, dramaturgos, etc. Como uma primeira etapa do projeto serão estudados os mecanismos de composição do personagem-tipo.

 

Percursos Metodológicos: a formação do professor de teatro e do artista cênico no Brasil – Coordenação Profa. Elza de Andrade

A pesquisa propõe a reflexão sobre os caminhos metodológicos, artísticos, processuais, experimentais, tradicionais, curriculares e outros que podem contribuir para a formação do ator (no sentido amplo, daquele que atua) e do professor de teatro. A discussão se volta para dentro da escola e também para os espaços não formais de ensino, onde a formação também pode se dar.

 

Teatro Musical: investigação corpo e voz – Coordenação Profa. Enamar Ramos

Estuda técnicas/metodologias de composição dramatúrgica na pratica docente mais recente - como Respiração Vivenciada, de Ilse Middendorf, e Vocal Dance & Voice Movememt Integration, de Patricia Bardi, relacionando com o trabalho de voz apresentado por Jerzy Grotowski no livro O Teatro Laboratório 1959-1969 e tomando por base o Alfabeto do Corpo, de Molik, que agora aparecem como trabalhos importantes no campo do movimento corporal e da voz em suas abordagens dramatúrgica e pedagógica. Pesquisa ligada ao Grupo de Pesquisa Artes do Movimento UNIRIO/CNPq.

 

Encenação e pedagogia – dispositivos contemporâneos de um teatro socialmente engajado. Coordenação Profa. Isabel Penoni

A pergunta condutora é em que medida a produção recente de um conjunto de grupos teatrais das periferias do Rio de Janeiro, em sincronia com coletivos periféricos de outras cidades brasileiras, vem ressignificando a cena contemporânea do país. Interessa particularmente identificar a especificidade dos dispositivos de criação e de encenação desenvolvidos por esses coletivos e sua relação com a emergência de uma nova cena contemporânea socialmente engajada, ou de um novo teatro político ou ainda pedagógico, não mais baseado na noção moderna de representação, tampouco na pós-moderna de presença, mas na premissa decolonial da representatividade. Por meio de uma análise extensiva da produção daqueles coletivos, pretende-se ainda investigar articulações entre seus projetos artístico-pedagógicos e novas metodologias de ensino do teatro em contexto formal e não formal.

 

Formas de composição do ator contemporâneo brasileiro - possíveis inserções, congruências e fricções em poéticas de encenação – Coordenação Profa. Jacyan Castilho

O objeto da pesquisa é o ator-bailarino brasileiro contemporâneo, estudado em suas habilidades e competências na composição da cena, o que implica dizer, na composição de uma dramaturgia da cena ou da performance. O objeto abrange não só o atuador profissional, artista de teatro e dança envolvido em produções oferecidas ao público, como ainda o artista em formação (estudantes de artes cênicas) e todos os envolvidos em processos educacionais através das artes cênicas (professores e alunos da Rede Básica de Ensino). O objetivo é levantar procedimentos de pesquisa e criação da cena, tanto em seus aspectos conceituais, nos quais será investigado o atual campo teórico a respeito da atuação cênica, quanto em seus aspectos laboratoriais, com efetiva experimentação prática. O ponto de partida é o pressuposto do ator como compositor de suas ações, entrando em sintonia ou em atrito com as linguagens cênicas vigentes em seu entorno espaço-temporal. Para isso, são levantadas abordagens que se caracterizam pela pluralidade de metodologias de encenação, sempre atravessadas pelos estudos corporais como eixo norteador destas vertentes. São objetivos almejados 1) Aprofundar noções de construção dramatúrgica quanto à composição de ações físicas e de texto verbal; 2) Reconhecer e dialogar, com diferentes metodologias e conceitos que se constituem hoje como tecido intertextual possível de apropriação pelo ator: as técnicas de Viewpoints, o aporte do Sistema Laban de Análise do Movimento no trabalho do ator, as derivações dos conceitos de teatro-físico e teatro-dança, e as vertentes de inclusão pela Educação Somática; 3) Chegar a compor sequências didáticas e outros procedimentos metodológicos de investigação da cena através do corpo, destinadas a alunos de Ensino Fundamental e Médio e 4) Produzir atividades de Extensão e publicações dos resultados obtidos.

 

 Corpo Cênico: Agentes, Análise e Criação – Coordenação Profa. Joana Ribeiro

Aborda o corpo nas artes cênicas e se articula em três eixos principais: historiografia da dança, análise do movimento/gesto e estudo de processos de criação/composição coreográfica. Compreende ações de pesquisa, extensão, docência e cultura, integrando a graduação e a pós-graduação através de ações extensionistas. Com a colaboração da profa. Dra. Christine Roquet - Universidade Paris-8 Vincennes Saint Denis – vem realizando eventos e publicações na área.

 

Diferentes olhares sobre a construção e a aplicabilidade das práticas pedagógicas de ensino do teatro – Coordenação Profa. Liliane Mundim

Investigação sobre as práticas pedagógicas desenvolvidas pelos alunos-pesquisadores; desenvolvimento de uma análise crítico-reflexiva sobre as principais referências do campo da Pedagogia do Teatro; investigação sobre o repertório de práticas pedagógicas, principalmente concernentes aos Jogos Dramáticos e Teatrais; construção de outras práticas pedagógicas contextualizadas ao universo dos alunos-pesquisadores.

 

Teatro aplicado (applied theatre): investigações sobre um território em expansão – Coordenação Profa. Marina Henriques

Um fenômeno constatado aqui no Brasil e também em outras partes do mundo tem levado o teatro aos mais variados contextos e ampliado o seu acesso a diversos segmentos da população. Uma grande diversidade de práticas teatrais cruza a fronteira das salas convencionais do teatro comercial, para alcançar e agir sob outras esferas, como em projetos comunitários realizados nas periferias e favelas das grandes cidades; em áreas da educação não formal, fora dos muros das escolas; em programas em prol dos direitos humanos e da saúde; nas ações patrocinadas por empresas, pela igreja ou em projetos implementados pelas organizações não governamentais (ONGs). Apesar de se tratar de um universo que se amplia com grande velocidade, a reflexão teórica e crítica sobre este campo, entre nós, ainda pouco sistematizada. Muito embora, recentemente, elas tenham começado a atrair a atenção do meio acadêmico e a despertar reflexões sobre o tema também aqui no Brasil. Como aqui, em outras partes do mundo as pesquisas acadêmicas vêm tentando responder ¬ emergência dessa diversidade de iniciativas. Em países de língua inglesa a área de investigação tem sido nomeada como applied theatre/applied performance; em Portugal, práticas artísticas comunitárias e no Brasil, teatro em comunidades. É neste ambiente de reflexão que esta pesquisa se insere. O estudo busca, principalmente: estimular e contribuir com o desenvolvimento de pesquisas acadêmicas direcionadas ao campo de estudo; reunir pesquisadores que se interessem pela área a fim de gerar conhecimentos teóricos e práticos; ampliar o acesso de pesquisadores à literatura específica do campo; incentivar novos pesquisadores a identificar e transformar em objeto de análise práticas vigentes na área; ampliar a inserção e o reconhecimento desta linha de investigação no âmbito da pesquisa em Artes Cênicas no Brasil; estimular o intercâmbio entre pesquisadores/professores brasileiros e estrangeiros promovendo e participando de encontros científicos nacionais e internacionais.

 

 O corpo e a cidade: pesquisa sobre body painting – Coordenação Profa. Mona Magalhães

Esta é uma pesquisa teórica/prática na qual são realizados experimentos com a pintura sobre o corpo. Os enunciados pintados colocam o corpo como contraponto e/ou reiteração em relação a espaços da cidade. No primeiro momento, por meio da body painting, o corpo poderá se camuflar, mesclando-se ao meio em que vive. Já noutra vertente, o corpo se destacará do ambiente social provocando efeitos de sentido extra cotidianos. São verificados a relação das imagens com o corpo, entre jogos, na perspectiva da educação. Interessam ao projeto as perspectivas imagéticas e poéticas da cena teatral, performativa e sua pedagogia.

 

Corpos em movimento: dança, raça, sexualidades e cotidiano escolar – Coordenação Prof. Paulo Melgaço 

Este projeto pertente ao campo das artes e educação com o objetivo central de refletir e investigar práticas educativas e possibilidades de trabalhar os corpos nas escolas. Desenvolver estudos sobre as relações entre artes, ensino das artes, linguagem, representações sociais, identidades. Assim, ao entender a escola como universo composto por cruzamentos de múltiplas culturas, marcadas por relações de poder, este projeto possui um interesse específico em despertar um olhar para os atravessamentos de raça, gênero, sexualidades e masculinidades nas periferias urbanas. Nos interessa perceber como o conhecimento de escolar em artes está colocando estas subjetividades em questão. A pesquisa objetiva, também, analisar a produção do conhecimento no ensino das artes e desenvolver estudos de caso sobre currículos de formação e práticas docentes em escolas do subúrbio carioca e periferias urbanas.

 

Sentidos do melodrama: parte 4 - a féerie: pistas para a constituição de uma estética do teatro para a infância e juventude (TIJ) – Coordenação Prof. Paulo Merisio

Este projeto dá continuidade às pesquisas que vêm sendo empreendidas no projeto Sentidos do Melodrama (UNIRIO; CNPq; FAPERJ; Capes). A primeira parte - Poéticas, escritas, visualidades e potencialidades pedagógicas - encerrou-se em fevereiro de 2013. A segunda parte - Cena clássica e cena contemporânea - finalizou em fevereiro de 2017. Enquanto a terceira parte - Um estudo sobre a féerie - está prevista para ser concluída em fevereiro de 2020. A quarta parte consiste na continuidade da investigação de uma das modalidades que era apresentada no Boulevard Du Crime, coetânea ao melodrama: a féerie. Seu estudo proporciona a articulação de dois universos que vêm norteando as pesquisas de mais longa duração: o gênero melodramático e o teatro para a infância e juventude (TIJ). Propõe centrar a investigação em três aspectos constitutivos da cena: as narrativas, a visualidade e a musicalidade. Estes aspectos terão a cena teatral como eixo investigativo principal, com base no domínio bibliográfico, na análise das fontes e na realização de experimentos práticos, laboratórios, disciplinas e espetáculos. O projeto Sentidos do melodrama vem proporcionando pesquisas em diversas modalidades: Projeto Docente, Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado, bem como a realização de espetáculos nas companhias Trupe de Truões (oriunda da UFU) e Cia. Melodramática do RJ (configurada na UNIRIO). Bolsa de Produtividade em Pesquisa co CNPq - PQ 2.

 

Dramaturgia em processo – Coordenação Profa. Rosyane Trotta

Este projeto pertence ao campo da dramaturgia expandida e da dramaturgia da cena, como prática laboratorial consonante com a corporalidade, o projeto artístico, os autores envolvidos e, principalmente, o processo de criação em sala de ensaio. Ao longo dos últimos dez anos de pesquisa, a investigação da escrita dramatúrgica se fez junto a coletivos e artistas da cena, mostrando-se particularmente potente, como processo e como resultado tanto da obra cênica quanto do impacto no devir do grupo, nas experiências junto ao teatro periférico. Situado no campo da pesquisa em artes cênicas, como investigação teórico-prática do processo criativo, o escopo do projeto se compõe de três vieses: 1) o teatro de grupo como modalidade organizativa e artística de autogestão; 2) o processo de construção dramatúrgica pelo viés laboratorial e colaborativo para a composição cênica; 3) a noção de periferia como recorte geográfico e cultural observada sob a hipótese de que as práticas teatrais geradas por coletivos periféricos podem ser abordadas como caminhos para um teatro e uma pedagogia decoloniais, sobretudo se o processo criativo se norteia pela busca de uma escrita de si, como autoficção coletiva. Na criação em parceria e em redes, aprofunda-se o estudo da dramaturgia contemporânea, buscam-se as possíveis imbricações entre o épico e o performativo, encontram-se desafios estéticos, empreende-se o livre exercício artístico e técnico, no experimento de formas de construção cênico-dramatúrgica. A orientação de projetos acadêmicos que tomam por objeto o teatro de grupo no subúrbio carioca e nas periferias, ou que se encontram no campo das metodologias artístico-pedagógicas para a educação pública, nutrem o território da pesquisa com dados de campo. O projeto mobiliza, desse modo, ações e metodologias complementares na área da dramaturgia e das questões sociais brasileiras.

 

Quadro em Branco – Coordenação Profa. Rosyane Trotta

Descrição: O projeto observa as transformações no interior da universidade brasileira a partir das ações afirmativas, tomando como ponto de partida a peça "Auto dos 99%", criada pelo Centro Popular de Cultura da UNE, em 1962. Baseada tanto na pesquisa de campo quanto na autoficção, uma vez que as autoras do projeto integram o corpo docente do ensino público superior, a dramaturgia pretende discutir a concepção de ensino praticada no Brasil.