Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

NAU

Você está aqui: Página Inicial / Seminário debate a tecnologia como apoio na aprendizagem no autismo

Seminário debate a tecnologia como apoio na aprendizagem no autismo

por Comunicacao UNIRIO publicado 19/03/2014 14h10, última modificação 21/03/2014 13h19

No dia 1º de abril, será realizado no Instituto Nacional de Tecnologia (INT) o seminário "Autismo: Etiologia, Inclusão e Recursos Tecnológicos". O evento é uma ação do projeto "Gestão Escolar para a Escola Inclusiva: metodologias de ensino e objetos pedagógicos como facilitadores do processo ensino-aprendizagem da pessoa com deficiência", coordenado pela professora Elisangela da Silva Bernado, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) da UNIRIO.

O projeto foi recentemente contemplado em edital do Programa Apoio a Grupos Emergentes de Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj).

Realizado em comemoração à Semana Mundial da Conscientização do Autismo, o seminário visa discutir a inclusão dos alunos com autismo na escola regular e as possibilidades de estratégias educacionais e tecnológicas que favoreçam o trabalho pedagógico com essas pessoas.

A programação está dividida em dois blocos de palestras (Neurobiologia do Autismo e Autismo e Inclusão), com a participação de especialistas de instituições como UNIRIO, Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Estácio de Sá (Unesa).

As inscrições estão abertas até o dia 25 de março, pelo e-mail escolainclusiva@int.gov.br. Os participantes devem informar nome, endereço, telefone, instituição, atividade, e-mail e, se for o caso, tipo de deficiência.

Sobre o projeto

Coordenado pela UNIRIO, o projeto "Gestão Escolar para a Escola Inclusiva" reúne pesquisadores da UFF, UFRJ, Unesa e do INT.

O objetivo é identificar escolas com ações inclusivas bem-sucedidas, de gestores escolares de 20 instituições públicas do Estado do Rio de Janeiro, a fim de verificar as práticas que desenvolvem em seu contexto de trabalho em prol da consolidação da Escola Inclusiva.

 

registrado em: ,

Acesso a Informação Capes CNPQ