código do Google analytics Seminário aborda encenação e performance afro-ameríndias — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoria Comunicação Institucional

Central de Conteúdos

icone de uma filmadora com auto falanteAudiovisual

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

icone repositorio: ilustração de fundo azul com conteúdo textual na cor brancaRepositório Hórus

Você está aqui: Página Inicial / Seminário aborda encenação e performance afro-ameríndias

Seminário aborda encenação e performance afro-ameríndias

por Comunicação publicado 04/03/2021 14h35, última modificação 04/03/2021 16h42
Evento é realizado em parceria entre a Coordenadoria de Cultura da UNIRIO e o Nepaa; ‘lives’ acontecem às quartas-feiras, a partir das 18h

A cultura popular brasileira está em destaque no Seminário de Estudo da Encenação e Performance Afro-Ameríndia. O evento aborda teatro, dança, música e performance a partir de uma perspectiva essencialmente brasileira, resgatando os saberes oriundos dos povos ameríndios e saudando as ancestralidades africanas.  

A realização é uma parceria entre a Coordenadoria de Cultura da UNIRIO e o Núcleo de Estudos das Performances Afro-Ameríndias (Nepaa). As lives acontecem sempre às quartas-feiras, às 18h, nos canais audiovisuais da Cultura UNIRIO e do Nepaa.

O seminário mergulha na diversidade de pesquisas e montagens sobre mitologias, contação de histórias e tradição oral no processo de criação cênica do Nepaa, com a presença de convidados que participaram dos últimos 20 anos desse Núcleo. O evento integra a disciplina Percepção e Composição II, do curso de graduação em Direção da Escola de Teatro da UNIRIO.

Serão 13 encontros. O primeiro deles ocorreu ontem, dia 3, com o tema Da pesquisa ao exercício da montagem cênica. Participaram da atividade o fundador e coordenador do Nepaa, professor Zeca Ligiéro; a coreógrafa, professora e pesquisadora da UFF Denise Zenicola; o diretor musical e pesquisador de etnomusicologia Chico Rota; e a educadora e pesquisadora Juliana Manhães. A gravação está disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=l-l8-CZnJsQ

 


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio