código do Google analytics Reitor, pró-reitores e decanos da UNIRIO discutem perspectivas para retorno às atividades — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Portal do Governo Brasileiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoria Imprensa

Central de Conteúdos

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

icone de uma filmadora com auto falanteAudiovisual

Você está aqui: Página Inicial / Reitor, pró-reitores e decanos da UNIRIO discutem perspectivas para retorno às atividades

Reitor, pró-reitores e decanos da UNIRIO discutem perspectivas para retorno às atividades

por Comunicação publicado 22/05/2020 15h41, última modificação 22/05/2020 15h41
Um dos pontos definidos foi a constituição de três grupos de trabalho, formados por docentes, discentes e técnico-administrativos, voltados aos temas: GT-Reordenamento social; GT-Acadêmicas e Pedagógicas; e GT-Governança

Na última terça-feira, 19 de maio, o grupo gestor e os decanos da UNIRIO estiveram reunidos virtualmente para discutir perspectivas voltadas à elaboração de um plano de atividades acadêmicas e administrativas para o retorno ao trabalho na Universidade.

Uma dos pontos definidos no encontro foi a constituição de três grupos de trabalho (GTs), formados por docentes, discentes e técnico-administrativos, para elaborar uma minuta do Plano de Atividades. Os GTs serão dedicados aos seguintes temas: Reordenamento social; Atividades Acadêmicas e Pedagógicas; e Governança.

Os nomes para composição dos GTs serão indicados pelos Decanos dos seis Centros da UNIRIO: CLA, CCET, CCJP, CCBS e CCH. O Plano de Continuidade das Atividades Acadêmicas e Administrativas, a ser elaborado pelos GTs, será apreciado pelos Conselhos Superiores da Universidade.

Preocupações e sugestões

Realizada em plataforma virtual, a reunião entre o grupo gestor e os decanos foi aberta pelo reitor Ricardo Cardoso, com a exposição da proposta. A chefia do Gabinete da Reitoria e os pró-reitores fizeram uma explanação sobre as atividades desenvolvidas durante o período de isolamento social, de forma parcialmente presencial ou remota.

Os decanos expuseram suas preocupações e sugestões para o retorno às atividades. A decana do CLA, Carole Gubernikoff, destacou sua preocupação com a adoção da modalidade de Educação a Distância, considerando a fragilidade do país quanto à rede de internet.

Leonardo Castro, decano do CCH, apresentou algumas demandas referentes à reunião da Câmara de Graduação e à reunião dos Conselhos Superiores e DCE. Um dos questionamentos foi sobre a possibilidade de o CCH ocupar algum espaço do prédio novo ao retorno das atividades, no que foi acompanhado pela decana do CLA .

Já o decano do CCET, Sidney Lucena, fez apontamentos sobre a possibilidade de oficializar reuniões virtuais, como as de Departamentos; sobre a situação de estudantes concluintes e de processos de redistribuição de docentes. Lucena ressaltou ainda a necessidade de certificação digital dos processos tramitados na Universidade.

Agostinho Ascenção, decano do CCBS, também registrou sua preocupação com a retomada das atividades e sugeriu que a DTIC faça um levantamento acerca do acesso à internet entre os alunos. Ele destacou que o Brasil ainda não atingiu o pico da pandemia e alertou que é preciso traçar um plano que considere a permanência do isolamento social.

O decano do CCBS destacou também a importância da nomeação do professor Fernando Ferry como novo Secretário de Estado de Saúde do RJ, e disse esperar que, com isso, novos caminhos se abram para as escolas da área da Saúde da UNIRIO.

Edna Hogemann, decana do CCJP, justificou a ausência na reunião, devido à participação em uma banca previamente marcada.

Tela com alguns dos participantes da reunião


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio