código do Google analytics Pesquisa da UNIRIO aponta falta de preparo dos hospitais para fornecer informações sobre aborto legal — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoria Comunicação Institucional

Central de Conteúdos

icone de uma filmadora com auto falanteAudiovisual

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

icone repositorio: ilustração de fundo azul com conteúdo textual na cor brancaRepositório Hórus

Você está aqui: Página Inicial / Pesquisa da UNIRIO aponta falta de preparo dos hospitais para fornecer informações sobre aborto legal

Pesquisa da UNIRIO aponta falta de preparo dos hospitais para fornecer informações sobre aborto legal

por Comunicação publicado 27/06/2022 19h19, última modificação 28/06/2022 12h23
Estudo desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa Direitos Humanos e Transformação Social repercutiu em matérias divulgadas neste fim de semana. No mês de setembro, será lançado livro sobre a temática, sob a coordenação do grupo

A falta de preparo dos hospitais para fornecer informações sobre aborto legal foi apontada em estudo desenvolvido por pesquisadoras do Grupo de Pesquisa Direitos Humanos e Transformação Social (GPDHTS), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Direito da UNIRIO e coordenado pela professora Edna Raquel Santos Hogemann.

Em ligações telefônicas para buscar informações em hospitais aptos a realizarem o aborto legal, as pesquisadoras constataram situações como acusações errôneas de que o procedimento é crime, xingamentos e ligações encerradas tão logo os dados eram solicitados. "O que era para ser um mapa sobre hospitais que realizam ou não aborto legal se tornou um mapa de desinformação sobre aborto", aponta o estudo.

O trabalho foi desenvolvido pelas pesquisadoras do GPDHTS Eliane Vieira Lacerda Almeida, Lara Ribeiro Pereira Carneiro, Lorenna Medeiros Toscano de Brito e Maria Inês Lopa Ruivo, sob a orientação da professora Érica Maia C. Arruda, colaboradora do grupo. A pesquisa recebeu premiação na categoria "Melhor Trabalho de Campo" do Congresso 2020 GGINNS Research, pelo pôster "Não posso passar essa informação: Aborto legal no Brasil em tempos de pandemia".

Como desdobramento da premiação, será lançada no mês de setembro uma coletânea intitulada Aborto legal e seguro: Perspectivas interdisciplinares, coordenada pela professora Edna Hogemann. A obra, da Editora Letramento, reunirá artigos, entrevistas e relatos sobre a pauta de aborto no Brasil e em países vizinhos da América Latina.

O estudo desenvolvido pelo GPDHTS repercutiu em matérias divulgadas no último fim de semana por diversos portais. Confira algumas dessas notícias na página UNIRIO na Mídia.


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio