código do Google analytics Nota de falecimento: professor Azor José de Lima — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Portal do Governo Brasileiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoriaImprensa

Central de Conteúdos

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

icone de uma filmadora com auto falanteAudiovisual

Você está aqui: Página Inicial / Nota de falecimento: professor Azor José de Lima

Nota de falecimento: professor Azor José de Lima

por Comunicação publicado 22/08/2020 22h34, última modificação 22/08/2020 22h34

A UNIRIO lamenta profundamente o falecimento do professor emérito da Escola de Medicina e Cirurgia (EMC) Azor José de Lima, ocorrido neste sábado, 22 de agosto, aos 86 anos.

Além de professor titular da Pediatria da EMC, foi diretor do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), onde criou o Serviço de Pediatria e a Residência Médica. Aposentou-se na UNIRIO em 2004, ao completar 70 anos. Na ocasião, foi realizada uma Jornada Pediátrica em sua homenagem.

Era membro titular da Academia Nacional de Medicina (ANM). Leia, a seguir, o perfil do professor Azor publicado pela ANM:

Azor José de Lima

Nasceu em 25 de março de 1934, em Ituverava (SP). Filho de José de Lima e Rosa Ramos de Lima.

Graduou-se em Medicina em 1958, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde também concluiu seu doutorado, em 1967. Como interno, frequentou o Departamento de Clínica Pediátrica da Policlínica Geral do Rio de Janeiro.

Ainda na UFRJ, recebeu o título de Livre-docente no ano de 1967. Foi Professor Adjunto da instituição de 1965 a 1985 e ministrava a disciplina de Pediatria.

Após a formatura, prestou concursos públicos para a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Foi avaliado pelo professor José Martinho da Rocha que, diante de seu desempenho no exame, o convidou para integrar sua equipe no Instituto Martagão Gesteira, no período de 1963 a 1969.

Em Vitória, foi convidado para organizar a implantação do Serviço de Pediatria no Espírito Santo. Além disso, organizou um Centro de Estudos, a Residência Médica em Pediatria e a Sociedade Espiritossantense de Pediatria, entidade que se tornou responsável pelo exame para obtenção do Título de Especialista em Pediatria (TEP).

Em 1965, voltou ao Rio de Janeiro, onde fez concurso para a UNIRIO. Inicialmente rudimentar, com um único ambulatório, sem enfermaria, berçário ou sala de aula, a instituição foi aos poucos transformada pelo Acadêmico. Com o tempo, montou uma equipe de assistentes, construiu um amplo espaço de formação de pediatras com UTI bem equipada, organizou a primeira Residência da Universidade e cursos de especialização.

Professor Titular da UNIRIO (1978), ministrando diversas disciplinas relacionadas à área de Pediatria. Deu aulas no curso de Pós-graduação para especialização em Pediatria e foi responsável pelo treinamento de residentes da Escola de Medicina e Cirurgia da Universidade.

Entre 1994 e 1996, ocupou a chefia do departamento de Medicina Geral. Diretor do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (2000) e instituidor da Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e Assistência da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Professor Emérito da Escola de Medicina e Cirurgia do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da UNIRIO (2008).

Ajudou a criar e foi o primeiro presidente do Congresso Brasileiro de Nutrição e Metabolismo Infantil, em 1981. Membro das Academias Brasileira de Pediatria e Latino-Americana de Nutrologia. Já ocupou os cargos de Vice-presidente e Presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria e Presidente da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro.

Realizou pesquisas na área da gastroenterologia e nutrição, escrevendo diversos artigos e capítulos sobre o tema. Publicou o livro Pediatria Essencial, destinado a graduandos e residentes em Pediatria. O livro já se encontra em sua quinta edição.

Na ocasião de sua candidatura como Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada Contribuição ao Estudo da Constipação Intestinal na Criança: Detecção de um Prenúncio nos Primeiros Seis Meses de Vida."


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio