Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

PPGAN

Você está aqui: Página Inicial / Livro de professor da UNIRIO aborda a relação de Villa-Lobos com o violoncelo

Livro de professor da UNIRIO aborda a relação de Villa-Lobos com o violoncelo

por Comunicacao UNIRIO publicado 03/06/2013 00h00, última modificação 02/06/2015 10h50

Mais conhecido e estudado por suas obras para piano, violão e orquestra, o compositor Heitor Villa-Lobos (1887-1959) teve o violoncelo como seu primeiro instrumento e, por alguns anos, obteve dele seu sustento. A relação do compositor com o violoncelo e a influência desse instrumento em sua obra são alguns dos aspectos tratados pelo violoncelista e professor da Escola de Música da UNIRIO Hugo Pilger no livro “Heitor Villa-Lobos, o Violoncelo e seu Idiomatismo”, que será lançado este mês, no Rio de Janeiro.

Fruto de dissertação de mestrado defendida em 2012 no Programa de Pós-Graduação em Música da UNIRIO, sob orientação da professora Lúcia Barrenechea, o livro busca analisar e discutir a importância que o violoncelo teve na trajetória de Villa-Lobos, além de identificar os principais elementos idiomáticos que o compositor aplicou e desenvolveu em suas inúmeras obras para o instrumento.

“Podemos perceber a influência do violoncelo, e também do violão, em quase todas as composições de Villa-Lobos, quase como um cheiro que faz lembrar a infância”, compara o pesquisador. Villa-Lobos voltaria a escrever para o instrumento no fim da vida – o que, para Pilger, mostra que o violoncelo nunca deixou de fazer parte da trajetória do compositor.

O autor apresenta uma lista dos recursos idiomáticos criados por Villa-Lobos e analisa como o compositor ampliou os aspectos técnicos do violoncelo por meio de sua escrita inovadora. “Villa-Lobos era muito visceral na hora de compor. Tinha uma facilidade muito grande, era como se a música brotasse dele”, aponta Pilger. O livro aborda também a orquestra de violoncelos, consolidada pelo compositor a partir das obras Bachianas nº 1 e 5 e Fantasia Concertante.

Além do vasto referencial teórico, a obra reproduz em cores imagens e mais de 100 manuscritos de Villa-Lobos, que recuperam aspectos de sua escrita. “O intuito foi reunir um material para que músicos, violoncelistas e estudiosos possam conhecer, entender e, consequentemente, executar melhor a obra de Villa-Lobos”, explica Hugo Pilger.

O lançamento de “Heitor Villa-Lobos, o Violoncelo e seu Idiomatismo” acontecerá no dia 14 de junho, sexta-feira, a partir das 18h, na Livraria da Travessa do CCBB (Rua Primeiro de Março, 66, Centro, Rio de Janeiro).

registrado em:

Acesso a Informação Capes CNPQ