Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

Você está aqui: Página Inicial / Iniciam as aulas da primeira turma do Mestrado Profissional em Ecoturismo e Conservação da UNIRIO

Iniciam as aulas da primeira turma do Mestrado Profissional em Ecoturismo e Conservação da UNIRIO

por Comunicacao UNIRIO publicado 06/09/2016 08h35, última modificação 06/09/2016 10h57

Na manhã dessa segunda-feira, dia 05 de setembro, os alunos da primeira turma do  Mestrado Profissional em Ecoturismo e Conservação foram recepcionados pelos professores do Programa. 

O Vice-reitor da UNIRIO, professor Ricardo Cardoso, parabenizou os ingressantes e falou sobre a importância desse momento: “ É uma honra estar fazendo parte desse momento também como professor. É o primeiro curso de Ecoturismo e Conservação do país e já recebemos a nota quatro pela Capes”, explicou.

No mês de novembro de 2016, o Mestrado  foi aprovado com nota 4 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).  O projeto de criação do mestrado contou com  a coordenação da professora  Laura Sinay, do Departamento de Ciências do Ambiente do IBIO/UNIRIO, que será também a coordenadora do curso.

De acordo com a professora Sinay, o objetivo geral do Mestrado é qualificar profissionais para orientar o processo de elaboração, implementação e avaliação de políticas públicas relacionadas ao desenvolvimento do turismo em áreas protegidas e de relevante interesse turístico, contribuindo para a sustentabilidade ambiental, social e econômica da atividade e, portanto, promovendo a perpetuidade do patrimônio ambiental e cultural do país e a valorização das comunidades receptoras.

O Programa de Pós-Graduação em Ecoturismo e Conservação (PPGEC) reúne as seguintes linhas de pesquisa: Conservação e Sustentabilidade e Gestão de Áreas Protegidas.

Saiba mais:

Perfil do Egresso:

Os profissionais mestres em Ecoturismo e Conservação estarão aptos a realizar levantamentos de dados necessários para o reconhecimento de áreas de interesse turístico, analisar cenários e desenvolver e implantar sistemas de gestão do turismo, avaliar os impactos ambientais das políticas setoriais e de projetos de investimento sobre áreas protegidas e de interesse turístico, e promover a valorização dos conhecimentos tradicionais e a proteção do patrimônio natural e cultural por meio da implantação de princípios, valores, métodos e técnicas de educação e interpretação ambiental. Estes profissionais estarão qualificados para assumir cargos públicos nos diversos setores e níveis da Administração Pública, nas assessorias técnicas do Judiciário e do Legislativo, no terceiro setor e em instituições privadas.

 

 


Acesso a Informação Capes CNPQ