código do Google analytics Docentes avaliadores ressaltam qualidade dos trabalhos apresentados na JIC — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Portal do Governo Brasileiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoriaImprensa

Central de Conteúdos

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

Ícone de uma filmadora na cor branca com findo azulVídeos

Você está aqui: Página Inicial / Docentes avaliadores ressaltam qualidade dos trabalhos apresentados na JIC

Docentes avaliadores ressaltam qualidade dos trabalhos apresentados na JIC

por comunicacao — publicado 23/08/2013 00h00, última modificação 02/06/2015 09h22

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira, dia 23, no auditório Vera Janacopulos, os docentes avaliadores da 12ª Jornada de Iniciação Científica (JIC) da UNIRIO expuseram à comunidade universitária suas impressões a respeito dos trabalhos apresentados. “Esse é um momento muito importante, pois é a hora de os alunos receberem o feedback de sua pesquisa – os elogios e também as críticas, pois isso faz parte do processo de produção científica”, disse o pró-reitor de Pesquisa da UNIRIO, Ricardo Cardoso.

Participaram do evento tanto professores da Universidade membros da Comissão de Avaliação da JIC, quanto avaliadores externos do CNPq. O professor Pedro Palha, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), analisou separadamente a organização da Jornada, o trabalho desenvolvido pelos docentes orientadores e a pesquisa apresentada pelos discentes.

“Percebi que a maioria dos orientadores estavam presentes, apoiando os alunos durante a apresentação”, ressaltou o professor. Já os estudantes, segundo ele, demonstraram excelente desenvoltura, apresentando as pesquisas com maturidade, capacidade de ouvir críticas, refletir e pensar em novos rumos a serem seguidos. “A Jornada também foi muito bem organizada, pois tivemos a oportunidade de acessar o site do evento e conferir toda a programação e os trabalhos”, comentou. Palha também salientou a qualidade dos projetos apresentados, o que “demonstra o potencial da Universidade para pesquisa”.

A professora do Departamento de Educação da PUC-Rio, Rosália Duarte, também destacou a qualidade dos trabalhos, com bons relatórios de pesquisa, diálogo entre teoria e empiria, segurança na apresentação, domínio do conteúdo, boa síntese exibida nos slides e alto investimento pessoal do aluno na pesquisa. Além disso, para ela, o evento proporciona um rico diálogo entre os bolsistas de iniciação científica e os demais estudantes.

Já a professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Leilah Santiago Bufrem apontou a grande variedade de opções metodológicas e temáticas apresentas pelos alunos. “A iniciação científica tem sido muito mais valorizada no país”, comemora. O professor de História da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) Gilvan Ventura da Silva também salientou a diversidade dos temas apresentados, o que, segundo ele, evidencia “o envolvimento do corpo docente como um todo”. Gilvan propôs a realização de mais apresentações orais, viabilizada por meio da redução do tempo destinado a cada trabalho, atualmente de 30 minutos.


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio