Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

Você está aqui: Página Inicial / Deputado Jean Wyllys visita Programa de Pós-Graduação em Infecção HIV/Aids e Hepatites Virais

Deputado Jean Wyllys visita Programa de Pós-Graduação em Infecção HIV/Aids e Hepatites Virais

por Comunicacao UNIRIO publicado 18/10/2013 23h50, última modificação 19/08/2014 14h03

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) visitou nesta sexta-feira, 18 de outubro, o Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), onde se reuniu com o reitor da UNIRIO, Luiz Pedro San Gil Jutuca, e com membros da comunidade médica do HUGG. Jean Wyllys visitou as instalações do Programa de Pós-Graduação em Infecção HIV/Aids e Hepatites Virais, que recentemente recebeu R$ 1 milhão por meio de emenda parlamentar apresentada pelo deputado.

Durante a visita, Jean Wyllys falou sobre seu compromisso com os temas ligados aos direitos humanos, em especial da comunidade gay e das mulheres, e à pauperização da Aids. “Daí veio meu interesse em destinar recursos de emenda individual para o Gaffrée e Guinle, um hospital de referência no tratamento de portadores do HIV”, disse.

Jean Wyllys visita a 10ª enfermaria do HUGG

Parte dos recursos destinados ao Programa será investida na compra de um analisador de DNA, que permite identificar o sequenciamento do código genético do HIV, e de um dispositivo chamado PCR Digital, capaz de detectar uma cópia do vírus em um mililitro de sangue.

“É uma máquina altamente sensível para determinar a carga viral do HIV e verificar a eficácia dos medicamentos para tratar o HIV. Assim, podemos oferecer aos pacientes um acompanhamento de melhor qualidade”, ressalta o professor da Escola de Medicina e Cirurgia da UNIRIO e coordenador do Programa, Fernando Ferry, que também esteve reunido com o deputado Jean Wyllys.

Já o analisador genético possibilita o estudo das características do vírus e das mutações pelas quais ele tem passado. “Mantemos desde 1988 um banco de amostras do soro de pacientes infectados, o que nos possibilita investigar as transformações do vírus de lá para cá”, revela Ferry. Segundo o professor, esse tipo de estudo permite a definição de subtipos especiais do HIV, viabilizando um atendimento personalizado ao paciente.

Presente à reunião desta sexta-feira, o professor Carlos Alberto Morais de Sá, coordenador do Centro de Referência Nacional em HIV/Aids do HUGG, destacou que a verba destinada pelo deputado possibilitará também a compra de equipamentos que irão melhorar o tratamento de pacientes internados em enfermaria. “Isso proporcionará mais conforto e qualidade aos doentes graves”, avaliou.

Também participaram do encontro o vice-reitor da UNIRIO, José da Costa, e o chefe do Laboratório de Imunologia do HUGG,  Fernando Sion, entre outros professores e pesquisadores da Universidade.

Da esquerda para a direita: Fernando Sion, José da Costa, Carlos Alberto Morais de Sá, Jean Wyllys, Luiz Pedro San Gil Jutuca e Fernando Ferry


O Programa

Inaugurado no primeiro semestre de 2013, o Programa de Pós-Graduação em HIV/Aids e Hepatites Virais oferece um curso de mestrado profissional cuja proposta é mesclar pesquisa com assistência aos enfermos, visando à promoção de um atendimento altamente sofisticado e à formação e capacitação de médicos e outros profissionais da área da saúde.

Entre os 15 projetos atualmente em andamento, há um aplicativo para smartphones que orientará profissionais de saúde sobre as drogas usadas no tratamento de pacientes com HIV, um livro para leigos com informações sobre a Aids e uma compilação de todas as leis brasileiras que beneficiam o indivíduo soropositivo para o HIV.

No momento, o HUGG atende cerca de 3.500 pacientes infectados com o vírus HIV e 2.500 pacientes com hepatites virais, e realiza por ano uma média de 1.800 exames anti-HIV, no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). O chamado “teste rápido” para detecção do vírus, feito a partir de uma gota de sangue colhida do paciente, fornece o resultado em 15 minutos.

Qualquer pessoa pode realizar o teste no CTA: basta fazer o agendamento por telefone, pelo número (21) 2264-4121, ou no próprio hospital. 

registrado em: ,

Acesso a Informação Capes CNPQ