Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Histórico

Histórico

Início
 O Programa de Pós-Graduação em Música (PPGM) do Centro de Letras e Artes da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) foi criado em 1993 com o curso de Mestrado em Música Brasileira. Inicialmente foram oferecidas as subáreas de concentração Musicologia e Práticas Interpretativas, atendendo de forma abrangente às pesquisas e produções na área da música. A primeira Dissertação de Mestrado do PPGM foi defendida em 1995. 



Duas novas áreas em 1998 
Com o aumento do corpo docente e consequente ampliação dos temas pesquisados foram criadas em 1998 duas novas subáreas: Música e Educação e Composição. Música e Educação foi criada com o objetivo de capacitar docentes para a ação pedagógica consciente, crítico-reflexiva e tecnicamente competente e de prepará-los para o exercício da pesquisa em música e educação. A Composição no Instituto Villa-Lobos tem se destacado desde o momento da sua criação, mas principalmente a partir da década de 1990, quando a produção artística de docentes e discentes se tornou relevante e as pesquisas se intensificaram com inúmeros trabalhos publicados e comunicações em Congressos.



A Criação do Doutorado em 1998 
O curso de Doutorado em Música foi criado em 1998, com a primeira Tese defendida em 2000. O nível de doutorado foi idelizado com uma área de concentração única. As linhas de pesquisa oferecidas são: Documentação e História da Música, Linguagem e Estruturação Musical, Teoria e Prática da Interpretação, Etnografia das Práticas Musicais e Ensino-aprendizagem em Música. 



Minter
 Entre 1999 e 2001 o PPGM realizou Convênio de Mestrado Interinstitucional com a Universidade Estadual de Minas Gerais, conferindo o grau de Mestre a onze docentes daquela instituição. 
Em 2007 foi aprovado no Convênio de Mestrado Interinstitucional com as Universidades Estaduais de Londrina e Maringá, com a formação de 10 docentes.

Reformas O PPGM passou por duas grandes reformas nas últimas duas décadas. A primeira foi realizada em 2008/2009, e a segunda em 2016/2017. Na última reforma foi criado um novo regulamento para o Programa que definiu uma nova estrutura curricular e substituiu a linha de pesquisa Composição por Processos Criativos em Música, ampliando o âmbito das pesquisas relacionadas e dotando o programa de maior dinamismo.

Colóquio de Pesquisa 

Anualmente o PPGM promove o Colóquio de Pesquisa em Música, um foro de debate onde alunos, professores, convidados e demais interessados travam contato com as pesquisas que estão sendo realizadas no PPGM.

SIMPOM Implementado em 2010  é um evento que conjuga o Colóquio do PPGM com um encontro nacional de pós-graduandos apresentando conferências de pesquisadores internacionais e palestras de pesquisadores brasileiros e internacionais renomados.

Publicações

 Uma das maiores conquistas do programa no quadriênio 2013-2016 foi a retomada da Revista Debates, que voltou a se caracterizar como uma publicação de grande relevo no cenário nacional e internacional, recebendo no ano de 2016 a classificação Qualis A2 pela CAPES. Fundada em 1997, a revista teve, até 2008, 11 volumes, em formato impresso. Após uma interrupção de cinco anos (2009 a 2014) a revista voltou a ser publicada, desta vez em formato eletrônico e em periodicidade semestral, tendo como editor chefe o professor José Nunes. Atualmente a Revista Debates é indexada pelo LATINDEX (Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal e México) e pelo RILM (Répertoire International de Littérature Musicale).

Além da Revista Debates, o PPGM-UNIRIO também publica desde 2012 a Música Popular em Revista, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Música Instituto de Artes da UNICAMP. Foram publicados 6 volumes entre os anos de 2012 e 2015. A revista é publicada em formato eletrônico, e tem por objetivo se constituir num espaço destinado a estimular o debate intelectual e o intercâmbio de experiências entre pesquisadores de diversas áreas do conhecimento que elegem a música popular como objeto de estudo.

Dentre os anos de 1998 a 2000 o Programa publicou também a Revista “Cadernos do Colóquio”, refletindo a produção discente mais relevante apresentada nos Colóquios do PPGM.

Visitantes e convidados: 

O PPGM recebe regularmente convidados entre musicólogos, regentes, compositores, e intérpretes, incluindo
os compositores Almeida Prado, Edino Kreiger e Edmundo Villani-Cortes;
o etnomusicólogo Carlos Sandroni (UFPE); 
as educadoras Cecília Conde (CBM) e Alda de Olivieira (UFBA);
o Maestro Lutero Rodrigues;
e visitantes estrangeiros como os musicólogos Janet Schmalfeldt (Tufts University, USA), Keith Swanwick (Universidade de Londres), Jean-Jacques Nattiez (Universidade de Montreal), Nöelle Mann (Goldsmiths College, Londres), Kazadi Wa Mukuna (Kent University, EUA) e o trompetista Charles Schluter (Conservatório de New England).



Convênios

 A UNIRIO, através do PPGM, mantém convênio de cooperação acadêmica e artística com a Universidade Livre de Lisboa, através do Programa de Pós-Graduação do Departamento de Ciências Musicais. Em função deste convênio, temos recebido professores visitantes como o Prof. Gerhard Doderer, e vários de nossos docentes têm feito estágios de Pós-Doutorado naquela instituição. Está sendo desenvolvida também uma pesquisa em convênio com a Universidade de Jaume I, Espanha, com uma equipe formada por docentes do PPGM e desta instituição.



Infra-estrutura
 
Em 2003 foram instalados laboratórios no âmbito do Convênio CT-INFRA 01/01 - CTA - UNI-RIO. Trata-se da implantação e fortalecimento de uma infra-estrutura de pesquisa em artes e informática aplicada, com laboratórios atualizados tecnicamente, espaço físico adequado, instrumentos musicais e equipamentos de som, além de plataformas de trabalho com equipamentos de informática. O projeto fortalece o PPGM na medida em que cria, a médio prazo, condições de competitividade internacional. Em 2005 foi instalado o Estúdio Radamés Gnattali, também restaurado através de Convênio Unirio-Finep.

O PPGM em eventos externos 

O PPGM tem participação em todos os congressos nacionais relacionados à área de música - Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música (ANPPOM), Encontro Nacional da Associação Brasileira de Etnomusicologia (ABET), Encontro Anual da Associação Brasileira de Educação Musical (ABEM), Seminário de Pesquisa em Performance Musical (SNPPM), e Encontro da Palavra Cantada, além de significativa participação em eventos no exterior. O Programa mantêm contínuas atividades de pesquisa, com intensa produção intelectual (bibliográfica e artística), de repercussão internacional e atividade técnica (editorias de publicação de Revistas, pareceres em agências de fomento, participação em bancas examinadoras em âmbito nacional e comparecimento maciço em todos os eventos da área, com apresentação de trabalhos, participação em mesas de debates e ministrando palestras).

 

Página inicial

                     http://www.unirio.br/ppgm