Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

PPGAN

Você está aqui: Página Inicial / Professor da Escola de Medicina e Cirurgia preside congresso internacional de Dermatologia

Professor da Escola de Medicina e Cirurgia preside congresso internacional de Dermatologia

por Comunicacao UNIRIO publicado 20/10/2014 17h05, última modificação 22/10/2014 13h12

O Rio de Janeiro será palco, entre os dias 15 e 18 de novembro, do 20º Congresso Ibero Latino-Americano de Dermatologia (Cilad 2014). O evento reunirá mais de 600 palestrantes, de 33 países, e deverá receber cerca de cinco mil especialistas.

À frente da organização do Cilad 2014 está o professor Omar Lupi, da Escola de Medicina e Cirurgia (EMC) da UNIRIO. Ele destaca que o Rio de Janeiro será uma das cidades candidatas a sediar o 24º Congresso Mundial de Dermatologia, em 2019. “O Cilad servirá como vitrine para comprovar nossa excelência na área e nossa capacidade de organizar grandes eventos”, observou o docente da EMC.

A programação do encontro está organizada por conferências magistrais, simpósios, cursos, workshops, oficinas, comunicações orais, apresentações de casos clínicos, fóruns de discussão, reuniões de sociedades científicas. As discussões abordarão campos da Dermatologia clínica, cirúrgica e estética.

Segundo o professor Omar Lupi, um dos temas a serem debatidos é a produção de biossimilares – medicamentos que podem substituir agentes biológicos, utilizados na Dermatologia para tratar doenças como a psoríase. “Estas medicações biológicas são muito caras; uma ampola chega a custar R$ 15 mil. Porém, fazem muita diferença na vida do paciente. Por isso hoje se discute a questão dos biossimilares, que atuam como o medicamento de referência, mas que têm um custo muito menor”, explica.

Outro ponto de forte discussão entre os especialistas diz respeito aos níveis de vitamina D na população, que têm diminuído devido à disseminação do uso de filtros solares [a produção de vitamina D no organismo é estimulada pela luz do sol]. “Precisamos definir qual a orientação adequada para uma fotoproteção eficiente, que não interfira nos níveis de vitamina D”, ressalta o professor da EMC.

Além de Omar Lupi, o Cilad 2014 contará com a participação de outros docentes da Escola de Medicina da UNIRIO, como o professor Fernando Ferry, que coordenará um simpósio sobre doenças da pele em pacientes com HIV, e o professor Ricardo Barbosa Lima, coordenador local da mesa de casos clínicos sobre Medicina Interna. Está prevista também a presença do reitor Luiz Pedro San Gil Jutuca na mesa de abertura do evento.


Acesso a Informação Capes CNPQ