código do Google analytics Presidente da Andifes se pronuncia sobre bloqueio orçamentário — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoria Comunicação Institucional

Central de Conteúdos

icone de uma filmadora com auto falanteAudiovisual

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

icone repositorio: ilustração de fundo azul com conteúdo textual na cor brancaRepositório Hórus

Você está aqui: Página Inicial / Presidente da Andifes se pronuncia sobre bloqueio orçamentário

Presidente da Andifes se pronuncia sobre bloqueio orçamentário

por Comunicação publicado 02/06/2022 14h12, última modificação 02/06/2022 17h12
Continuaremos lutando pela reversão dos cortes no orçamento das nossas instituições, assegura reitor Marcus Vinicius David

Em vídeo publicado na manhã desta quinta-feira, dia 2 de junho, o presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), reitor Marcus Vinicius David, se pronunciou sobre o bloqueio de R$1 bilhão no orçamento das universidades, anunciado pelo Governo Federal.

O dirigente, que é reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), relatou os desdobramentos da reunião do Conselho Pleno da Andifes, realizada no dia 30 de maio. Conforme deliberado, foram realizadas reuniões com os ministros da Educação, Victor Godoy Veiga, e da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Na reunião com o ministro da Educação, estiveram presentes a reitora da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Joana Guimarães, e o secretário executivo da Andifes, Gustavo Balduino. No encontro, o ministro revelou que o curto prazo o teria impedido de aprofundar os estudos orçamentários – motivo pelo qual optou por aplicar o corte linear em todas as unidades do Ministério da Educação. Segundo Marcus David, o dirigente se comprometeu a lutar na tentativa de reverter esse bloqueio.

Já na última quarta-feira, dia 1º, a reunião foi com o Ministro da Casa Civil. Além do presidente da Andifes, estiveram presentes a reitora da Universidade de Brasília (UnB), Márcia Abrahão, e novamente o secretário executivo da Andifes, Gustavo Balduino. De acordo com Marcus David, o ministro se comprometeu a buscar uma solução para atuar sobre os problemas enfrentados pelas Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes).

Além disso, nos últimos dias, ocorreu forte mobilização no Congresso Nacional, com a participação de reitores de diversos estados. David destacou, ainda, a interlocução da Andifes com entidades científicas e sindicais do Movimento Estudantil, salientando o trabalho feito com o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). O órgão representa os institutos federais, que têm enfrentado as mesmas dificuldades vivenciadas pelas universidades.

O reitor encerrou seu pronunciamento assegurando seu compromisso na tentativa de reverter o bloqueio. “Continuaremos intensamente lutando pela reversão dos cortes que foram feitos no orçamento das nossas instituições”, garantiu.


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio Marca SEI UNIRIO