Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

PPGAN

Você está aqui: Página Inicial / Observatório de Políticas e Cuidado em Saúde é inaugurado na UNIRIO

Observatório de Políticas e Cuidado em Saúde é inaugurado na UNIRIO

por Comunicacao UNIRIO publicado 30/09/2015 14h45, última modificação 02/10/2015 09h05

A Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) inaugurou nesta quarta-feira, dia 30, o Observatório de Políticas e Cuidado em Saúde da UNIRIO. Para marcar o início das atividades do projeto, o Departamento de Enfermagem de Saúde Pública promoveu um painel de debatedores com o tema Saberes e práticas em Enfermagem e em Saúde Coletiva: perspectivas para a produção do cuidado. O evento, realizado no auditório Vera Janacopulos, integrou a programação comemorativa de 125 anos da EEAP.

Participaram do debate o coordenador do Observatório e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Emerson Elias Merhy, a diretora da Escola de Enfermagem da Universidade Federal Fluminense (UFF), Ana Abrahão, a professora da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) Sonia Acioli, e a professora da EEAP/UNIRIO Fátima Teresinha Scarparo Cunha.

Ana Abrahão enfatizou a importância do evento por representar a possibilidade de um debate aberto entre as diferentes profissões, de forma a “construir uma prática comum entre as áreas da saúde”. Sonia Acioli elogiou a iniciativa da UNIRIO. “O nosso campo é interdisciplinar e híbrido com muitos saberes, de várias esferas do conhecimento, e muitas práticas. Nesse meio tão diverso – a saúde coletiva – a gente precisa debater e entender o lugar da enfermagem para construir o trabalho em equipe e o diálogo com as múltiplas áreas”, ressaltou.

A decana do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Ana Maria Mendes Monteiro Wandelli, salientou a relevância da troca de conhecimentos para a pesquisa no campo. "Esse projeto congrega diversas unidades acadêmicas", destacou. "Assim, podemos multiplicar inquietude, saber e conhecimento." 

Proposta

A iniciativa da Universidade se insere no Observatório de Políticas Públicas em Saúde e em Educação em Saúde, que envolve uma rede de pesquisadores de diversas universidades brasileiras. A proposta é estudar o cuidado em saúde a partir de uma abordagem interdisciplinar que propicie o diálogo entre os diferentes atores do processo. Dessa forma, são consideradas as distintas dimensões envolvidas na produção do cuidado, em uma análise que compreenda tanto gestores do sistema de saúde quanto usuários e trabalhadores diretamente relacionados às atividades do meio.

O coordenador Emerson Merhy falou do lugar especial que o Observatório ocupa na trajetória da saúde pública do Brasil. “A grande intenção é constituir uma rede que envolva grupos da Universidade em conexão com as experiências das políticas públicas da saúde e da educação. O Observatório busca construir a percepção de que há muito mais vida fora do que dentro de um hospital”, completou.

Na UNIRIO, o projeto foi batizado como Observatório de Políticas e Cuidado em Saúde. Segundo a professora da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) Mary Ann Morais, o projeto foi concebido como um espaço de “trocas interdisciplinares e interprofissionais”. Ela salienta que discentes e docentes de diferentes campos do conhecimento podem contribuir para as pesquisas do grupo. “Queremos discutir com pessoas que trabalhem com música, teatro e produção audiovisual, entre outras áreas que não são abordadas na formação em Enfermagem."

Produção

Ao ser inaugurado, o Observatório já engloba duas pesquisas atualmente em andamento na UNIRIO. A primeira delas constitui um estudo dos impactos do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica instituído no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). A segunda analisa as diretrizes para a implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde e da resolução que trata da Residência Multiprofissional em Saúde.

Outro estudo, focado em ações e serviços de saúde, também irá integrar o Observatório. Ainda em fase de análise pelo Comitê de Ética, a pesquisa busca avaliar métodos, modelos e ferramentas do SUS em dois territórios do município do Rio de Janeiro.

Compõem a equipe da UNIRIO as docentes Carla Albuquerque, da Escola de Medicina; Giane Moliari, da Escola de Nutrição; Fátima Cunha, Mary Ann Morais e Simone Mendes Carvalho, da EEAP. A equipe também conta com a participação de dois professores da UFRJ: o coordenador do projeto, Emerson Elias Merhy, pesquisador da área de saúde coletiva, e a antropóloga Fátima Lima.

O Observatório funcionará na sala 406 da EEAP (Av. Pasteur, 296, Urca). Outras informações estão disponíveis no blog Micropolítica, instituições e governo dos vivos(Gabriella Praça e Letícia Hermont/COMSO)

Equipe do Observatório em frente à recém-inaugurada sala do projeto (Foto: Comso)

 

 


Acesso a Informação Capes CNPQ