Você está aqui: Página Inicial

Mestrado Profissional em Ecoturismo e Conservação

Objetivo do curso/perfil do profissional a ser formado

O objetivo geral deste curso é qualificar profissionais para orientar o processo de elaboração, implementação e avaliação de políticas públicas relacionadas ao desenvolvimento do turismo em áreas protegidas e de relevante interesse turístico, contribuindo para a sustentabilidade ambiental, social e econômica da atividade e, portanto, promovendo a perpetuidade do patrimônio ambiental e cultural do País e a valorização das comunidades receptoras.
Os profissionais mestres em Ecoturismo e Conservação estarão aptos a realizar levantamentos de dados necessários para o reconhecimento de áreas de interesse turístico, analisar cenários e desenvolver e implantar sistemas de gestão do turismo, avaliar os impactos ambientais das políticas setoriais e de projetos de investimento sobre áreas protegidas e de interesse turístico, e promover a valorização dos conhecimentos tradicionais e a proteção do patrimônio natural e cultural por meio da implantação de princípios, valores, métodos e técnicas de educação e interpretação ambiental. Estes profissionais estarão qualificados para assumir cargos públicos nos diversos setores e níveis da Administração Pública, nas assessorias técnicas do Judiciário e do Legislativo, no terceiro setor e em instituições privadas. 


Descrição sintética do esquema de oferta de curso 

A seleção será anual, realizada mediante edital público. Ao longo de quatro semestres o aluno cursará 30 créditos, assim distribuídos: 14 créditos relativos a 4 disciplinas obrigatórias (210 horas), 06 créditos relativos a disciplinas optativa (90 horas). Sempre que possível as disciplinas serão ministradas por mais de um professor de modo a promover a interdisciplinaridade. O Curso poderá ter duração de 12 a 24 meses. No prazo máximo de dois semestres cursados e após ter integralizado os créditos referentes às disciplinas obrigatórias, o aluno deverá submeter a uma banca, composta ao menos por três membros, seu projeto de trabalho de conclusão de curso, e no prazo máximo de quatro semestres, o trabalho de conclusão final do curso, que poderá ser desenvolvido em diferentes formatos, tais como projetos técnicos, publicações tecnológicas, desenvolvimento de aplicativos, de materiais didáticos e instrucionais e de produtos, cartilhas, processos e técnicas, produção de programas de mídia, editoria, softwares, páginas de web, estudos de caso, relatório técnico com regras de sigilo, manual de operação técnica, protocolo experimental ou de aplicação em serviços, projeto de aplicação ou adequação tecnológica, projetos de inovação tecnológica, relatórios finais de pesquisa, artigo, revisão sistemática e aprofundada da literatura, patente, registros de propriedade intelectual, sem prejuízo de outros formatos, de acordo com a natureza da área e a finalidade do trabalho proposto.