Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Março de 2018 – Ano IV – Nº 035

Março de 2018 – Ano IV – Nº 035

 

 

 

Informativo Mensal – Março de 2018 – Ano IV – Nº 035

 

SAAPT realiza 1º Encontro dos Servidores em Estágio Probatório


No dia 8 de março, o Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE),  realizou na Sala de Atendimento da PROGEPE o 1º Encontro dos Servidores em Estágio Probatório. Participaram 25 servidores, entre técnico-administrativos e docentes, convocados pelo Pró-Reitor de Gestão de Pessoas, Carlos Guilhon, e que tiveram ingresso na UNIRIO a partir de setembro de 2016.

A primeira turma foi de servidores que ingressaram de setembro de 2016 a janeiro de 2017 e esta atividade representou o primeiro de três encontros anuais propostos pelo Projeto Novos Servidores em Foco e compõe parte das ações previstas pela PROGEPE no Plano de Desenvolvimento Institucional da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

 

Luisiane Fernandes explicando sobre as atividades do encontro

 

Servidores participando da atividade proposta pela equipe do SAAPT

 

O programa tem como objetivo acompanhar os servidores durante o estágio probatório, visando estimular a atuação como sujeitos propositivos e conscientes da realidade do trabalho no qual estão inseridos, fortalecendo enquanto sujeitos coletivos no serviço público. O SAAPT agradece a presença e a participação de todos. De acordo com o setor, o encontro gerou importantes discussões sobre o perfil do servidor público no Brasil, o processo de trabalho na UNIRIO e o desafio para desconstrução da imagem negativa do trabalho do servidor. O grupo sinalizou a importância de uma conduta ética, compromissada, autônoma, crítica/reflexiva que vá na contramão de atuações autoritárias, desrespeitosas, descompromissadas e que desvalorize as categorias profissionais divergentes. Os servidores que participaram do encontro propuseram ações de melhoria que serão acolhidas pelo SAAPT.  

 

                                

                               Servidor relatando suas experiências no período do estágio probatório

 

 

Rodrigo Ferreira, do SAAPT, explicando sobre avaliação de   

    desempenho no estágio probatório

 

_______________________________________________________________________________________

 

PROGEPE informa que está disponível o Comprovante de Rendimentos para o

Imposto de Renda 2018


A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE) informa aos servidores ativos, aposentados e beneficiários de pensão que já está disponível o comprovante de rendimentos para o Imposto de Renda 2018, referente ao ano-base 2017, no Portal do Servidor.

O acesso poderá ser obtido clicando no link abaixo ou copiando e colando o endereço na barra do seu navegador: www.servidor.gov.br, clicando no ícone “Sigepe Servidor e Pensionista”.

O servidor que recebeu diárias e ajuda de custos terá que imprimir dois comprovantes: o comprovante de rendimentos  e o comprovante de diárias e ajuda de custos, conforme os dois quadros verdes na figura abaixo:

 

 

 

Um item no comprovante de rendimentos que pode causar dúvidas, trata da discriminação de rendimentos não tributáveis (livre de impostos), no item 4, subitem 7, conforme figura abaixo:

 

 

Neste campo constam a soma dos valores de bolsa Capes, Pasep, Auxílio Moradia, Abono Pecuniário, Licença Incentivada, recebidos ao longo de 2017. Também estão incluídos os valores recebidos como auxílios transporte e alimentação.

Se o servidor desejar verificar se os valores recebidos estão corretos, deverá somar os valores constantes nos seus contracheques nos meses de Dez/2016 a Nov/2017.

Para gerar a senha de acesso ao Sigepe, é necessário o registro do endereço de correio eletrônico (e-mail) de uso pessoal, portanto solicitamos que o servidor ativo, aposentado ou pensionista caso ainda não o tenham feito, e visto isso, não possuem acesso ao Sigepe, deverão comparecer à PROGEPE, de segunda a sexta, das 10h às 15h, na Av. Presidente Vargas, nº 446, 21º andar – Centro.

 

_______________________________________________________________________________________

 

 

Última chamada para participar do concurso de fotografia

 

Em comemoração ao mês da Mulher, celebrado no dia 8 de março, vamos lembrar desta data de muitas lutas e conquistas de todas as mulheres com um "clique" diferente e original. Olhe para o lado, para a sua rua, para a sua cidade e capture uma imagem do universo feminino.

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE), por meio do Setor de Formação Permanente (SFP), informa que foram prorrogadas até o dia 19 de março, as inscrições para participação no concurso de fotografia do Projeto “POR SEU OLHAR, SERVIDOR” e que apresenta como tema desta 3ª edição: “Dia Internacional da Mulher: uma imagem, um símbolo da luta diária de todas as mulheres”.

Podem participar servidores docentes e técnico-administrativos, funcionários terceirizados e reintegrados da UNIRIO. As fotos no formato.JPEG e em boa resolução deverão ser enviadas para o e-mail progepe.sfp@unirio.br com o assunto “Por seu olhar, servidor”. O cronograma do concurso sofreu alterações. Acontecerá a votação on-line de 22 de março a 03 de abril. O resultado será divulgado no dia 05 de abril de 2018 através do site  da UNIRIO, da PROGEPE e através da página oficial do SFP no facebook. Em relação à premiação também houve mudanças. O 1° lugar terá como prêmio um curso de capacitação relacionado ao ambiente organizacional de atuação do autor da foto vencedora.

A iniciativa tem como objetivo conhecer as imagens produzidas pelos servidores da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e suas diversas significações, colaborando para a produção de conhecimento           e      desenvolvimento   humano   através   da   educação  e  da  cultura.    Confira    as  novas informações no  Edital do Concurso "Por seu olhar, servidor" no endereço eletrônico http://www.unirio.br/progepe/RetificaodoEditalPorSeuOlharServidor20181.pdf. Participe!!!


   CRONOGRAMA

Divulgação do edital para a comunidade da UNIRIO

 

21/02/2018

 Período para o envio das fotografias

 

21/02 a 19/03/2018

Liberação das fotografias para votação online

 

22/03 a 03/04/2018

Divulgação das três fotografias mais votadas

 

05/04/2018

 

_______________________________________________________________________________________

 

PROGEPE disponibiliza relação das Portarias dos processos de

Progressão/Promoção Docente/Aceleração/RT

 

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE) informa abaixo a listagem com os números das portarias editadas pela Divisão de Acompanhamento Funcional e Formação Permanente (DAFFP) em 26/01 e 21/02/2018. As portarias são referentes aos processos de Progressão/Promoção Docente/Aceleração/RT que serão publicadas no Boletim Interno da UNIRIO.

 

Portarias PROGEPE de 26 de Janeiro de 2018

 

 

 Portarias PROGEPE de 21 de Fevereiro de 2018


 

 

 

 

Mais informações podem ser obtidas na Divisão de Acompanhamento Funcional e Formação Permanente (DAFFP) pelo telefone (21) 2542-5516 ou através do e-mail progepe.daffp@unirio.br.

 

_______________________________________________________________________________________

 

Avaliação de Desempenho deve ser respondida até 19 de março

 

O Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, informa que o formulário da Avaliação de Desempenho deve ser preenchido até o dia 19 de março. A primeira etapa conta com a Pré-Avaliação que deverá ser respondida em conjunto pela equipe. A  Avaliação da Gestão Coletiva do Trabalho, que corresponde a segunda parte, deve ser preenchida pelo servidor avaliado e pela chefia imediata (incluindo-se os Docentes, aposentados e outros vínculos que exerçam cargo de gestão na Unirio).

A Avaliação de Desempenho deverá ser acessada no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE) no endereço http://www.unirio.br/progepe/ad-1. O prazo para o preenchimento deverá respeitar o período entre 19 de fevereiro e 19 de março de 2017, para que não ocorram prejuízos aos servidores quanto à concessão de suas progressões por mérito. Deve ser respondida por todos os Servidores Técnico-Administrativos que ingressaram na UNIRIO até   o   dia 01/10/2017, inclusive aqueles que já se encontram no topo da carreira.

A senha de acesso é a mesma utilizada no Portal de Identificação dos servidores da UNIRIO. Os formulários de Avaliação dos anos de 2016 e 2017 dos servidores do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG) estão disponíveis no site da PROGEPE e deverão ser impressos para preenchimento e encaminhados assinados ao SAAPT. Os servidores  reintegrados participarão apenas na etapa da Pré-Avaliação.

Mais informações podem ser obtidas no Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT) pelo telefone (21) 2542-5523 ou através do e-mail progepe.saapt@unirio.br.

 

 ______________________________________________________________________________________

                                                                      

 

 

  ______________________________________________________________________________________

 

 

 

LND – Levantamento de Necessidades de Desenvolvimento

 Pensando coletivamente a formação do servidor e o aperfeiçoamento no

desempenho de suas funções

 

 

O Levantamento de Necessidades de Desenvolvimento (LND) é uma ferramenta construída com a finalidade de conhecer a real necessidade de formação dos servidores da Unirio. É um trabalho de pesquisa que se inicia com a coleta de informações e se completa com a análise das informações obtidas, tendo em vista constituir um diagnóstico acerca das necessidades de treinamento, capacitação e qualificação dos colaboradores.

 

Por que o foco no desenvolvimento?

Entendemos que o desenvolvimento consiste em um processo continuado que visa ampliar os conhecimentos, as capacidades e habilidades dos servidores, a fim de enriquecê-los no que se refere ao âmbito profissional e social, aprimorando consequentemente seu desempenho funcional e, de modo mais abrangente, o desenvolvimento institucional.

 

Na prática, como funcionará o Levantamento de Necessidades de Desenvolvimento?

Em data pré-estabelecida pelo Setor de Formação Permanente, será enviado aos servidores o formulário de Levantamento de Necessidades de Desenvolvimento que deverá ser preenchido coletivamente (servidores e suas chefias imediatas). Nesse momento, deverão ser discutidas e apontadas as ações de capacitação necessárias para melhoria do desempenho das atividades exercidas no setor.

 

Por que é importante a participação do(a) gestor/chefia imediata?

O gestor é corresponsável pelo processo de educação permanente dos servidores sob sua supervisão, portanto deve, em conjunto com o Setor de Formação Permanente/ DAFFP/DDP/PROGEPE, propor ações de capacitação de interesse institucional. Além disso, ele pode contribuir com um olhar mais amplo e estratégico diante das atividades desempenhadas no setor pela equipe de servidores.

 

                                      Atenção!

 

É importante dizer que os resultados da análise dos formulários auxiliarão na escolha das linhas de desenvolvimento a serem trabalhadas no Plano Anual de Capacitação e servirão como mais um critério para a concessão de apoio financeiro para cursos e eventos externos de capacitação.

 

_______________________________________________________________________________________

 

 

 

 

_______________________________________________________________________________________

 

 

 

 

O dia 08 de março foi consagrado como o Dia Internacional da Mulher. Os motivos históricos para que seja esta data não são confirmados. Algumas hipóteses apontam para um incêndio ocorrido numa fábrica têxtil com péssimas condições de trabalho em Nova York, na qual a maior parte das vítimas eram mulheres imigrantes que, contudo, aconteceu em 25 de março de 1911. Outra hipótese sugere que se refere ao dia 08 de março de 1917, em que as mulheres que também eram do setor têxtil e que eram casadas ou mães de soldados atuantes na Primeira Guerra Mundial realizaram protesto nas ruas de Petrogrado. Elas exigiam o retorno dos soldados e pão para os filhos, contestando a escassez de comida e o aumento dos preços. Para Alexandra Kollontai, líder revolucionária russa, o protesto das mulheres teria grande colaboração no processo que resultou na Revolução Russa. Qualquer que seja a hipótese sobre a origem da data nos leva ao entendimento que este dia marca a luta das mulheres por melhores condições de vida e trabalho. Representa uma data de luta e resistência!

Mas o que isso tem a ver com a Saúde do Trabalhador? Esta data nos possibilita debater, questionar e pensar propostas de mudanças sobre as condições de saúde das mulheres. Alguns podem pensar que as trabalhadoras da Unirio, por serem servidoras públicas, estão numa situação de igualdade com os homens do seu ambiente de trabalho, já que possuem o mesmo vencimento básico que os seus colegas homens de mesmo cargo. Mas será que podemos falar o mesmo em relação ao salário que pode aumentar de acordo com a capacitação por qualificação (graduação, especialização, mestrado e doutorado), capacitação profissional (mudança de nível que pode ser realizada a cada 18 meses de acordo com a realização de cursos com certificação e carga horária exigida para cada nível) ou pelas progressões docentes (realização de diversas atividades no âmbito do ensino, pesquisa e extensão, produção científica, artística e tecnológica, cargos de gestão etc.)? Será que podemos dizer que as trabalhadoras desta Universidade têm a mesma condição de recuperação física e mental após o final do expediente que os trabalhadores? Será que as trabalhadoras da Unirio conseguem ter o mesmo tempo e a mesma qualidade deste tempo para se qualificarem e progredirem na sua carreira?

Para responder essas perguntas precisamos entender que o tempo das mulheres é atravessado por demandas domésticas e familiares maiores para elas do que para os homens e isso reflete diretamente nas suas condições de saúde e trabalho.

O estudo “Retrato das Desigualdades de Gênero e Raça”, realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), em parceria com a ONU Mulheres, mostra que entre 1995 e 2015 as mulheres exerceram uma média de 7,5 horas de jornada semanal relacionada ao trabalho doméstico a mais que os homens. Isto significa que as tarefas domésticas pesam mais sobre as mulheres, acarretando em um uso do tempo diferenciado em relação à quantidade e à qualidade para homens e mulheres. A rotina cotidiana da maioria das mulheres brasileiras aponta para uma dupla jornada nas quais as mulheres trabalham no mercado de trabalho de forma remunerada e em casa trabalham mais que os homens de forma não remunerada (e nem reconhecida). Podemos identificar também  uma realidade em que mulheres exercem tripla jornada de trabalho, pois, além da jornada profissional e doméstica, existe a educacional para obtenção de melhores condições de renda. As jornadas duplas (ou triplas) acarretam em desgastes físicos e emocionais para as mulheres. Assim, ainda em 2018, o 08 de março precisa ser lembrado como um dia de luta por igualdade de gênero, porque as desigualdades de gênero afetam direta e indiretamente a saúde das mulheres tanto com adoecimentos, quanto pela diminuição das condições de promoverem sua saúde com atividades de lazer, melhores condições financeiras, melhores condições de realização profissional, etc.

Dessa forma, neste mês de março o Setor de Atenção à Saúde do Trabalhador (SAST) convida a todos para realizar as seguintes reflexões sobre como são divididas em termos de tempo e de complexidade as tarefas familiares:

1- Quem na sua casa é a pessoa que mais realiza os trabalhos domésticos?

2- Quem é o responsável das crianças que mais realiza os cuidados (banho, comida, responsabilidades escolares e médicas etc.) e que quando o filho adoece falta ao trabalho?

3- Quem na sua família é a pessoa que realiza os cuidados com os idosos ou familiares adoecidos que necessitam?

Precisamos refletir sobre estas questões e pensar soluções no nosso âmbito pessoal e coletivo para alterar esta realidade que expressa o machismo que ainda se faz presente no cotidiano de todas as mulheres. O feminismo é a luta das mulheres pela igualdade de gênero. Enquanto o machismo representa a imposição do gênero masculino sobre o feminino. A divisão das tarefas familiares de cuidado com os filhos e com a casa precisa ser repensada de acordo com os diferentes arranjos familiares, visando romper papéis socialmente construídos nos quais as mulheres são diretamente responsabilizadas por estas atividades. É importante não naturalizar os papéis de gênero. A promoção da saúde das trabalhadoras envolve a discussão sobre os papéis de gêneros pré-estabelecidos que sobrecarregam mais as mulheres do que os homens no que tange as tarefas familiares. Assim, as condições de saúde das trabalhadoras da Unirio precisam ser pensadas diante deste contexto de dupla e tripla jornada de trabalho. Lembramos, que enquanto Setor de Atenção à Saúde do Trabalhador estamos disponíveis para construção de propostas de mudanças que promovam a igualdade de gênero.

 

Fonte:

- Reportagem da revista Carta Capital “As Histórias (e os mitos) sobre o dia Internacional da Mulher”. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/as-historias-e-os-mitos-sobre-o-dia-internacional-da-mulher

- IPEA. Retrato das desigualdades de Gênero e raça. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/retrato/

 

_______________________________________________________________________________________



Nesta edição, vamos homenagear mais um colaborador integrante da FORÇA DE TRABALHO da UNIRIO, visando incluí-lo na GALERIA permanente PROGEPE/GERE/Nossa Gente; somando-se aos demais membros, já laureados em edições anteriores, pelo JORNAL VIRTUAL da PROGEPE/GERE, que se destacaram sobremaneira em razão de seus atributos pessoais, profissionais e sociais, em nosso âmbito.

Deste modo, buscamos manter fielmente o norte do leme desta GESTÃO: O CAPITAL HUMANO EM PRIMEIRO LUGAR.

Em decorrência, após pesquisa surgiu como resultado e foi visualizado, pela equipe de profissionais da Gestão de Relacionamentos, o trabalho de um vigilante: o JOSÉ MAURÍCIO SILVEIRA GOMES, que presta seus serviços na UNIRIO desde o ano de 1999.

Portanto há, aproximadamente, 19 anos aqui também conhecido como VAN GORD. Isto explicaremos mais à frente... Prosseguindo: Lotado no Campus do CENTRO DE LETRAS E ARTES - CLA, na Urca e, com muito zelo e dedicação, vem por diversos anos exercendo, funções de vigilância patrimonial naquela unidade tão importante para a sociedade em geral.

Reconhecemos o valor desses serviços prestados por todo o contingente de vigilantes aqui aportados nas diversas Unidades Autônomas e Campi. Trabalham, em turnos, cobrindo 24 horas por dia e durante todo o ano na vigilância patrimonial dos bens e instalações de serviço. Alguns o fazem há quase três décadas, além de atender e orientar com presteza todos que transitam pelos espaços físicos da UNIVERSIDADE.  Então, por extensão, devem também se sentirem inclusos nesta matéria.

... Agora sim, vamos falar do Maurício, especificamente:

Todas as pessoas que adentrarem no prédio da DECANIA/CLA, ficam impactadas com a beleza de uma GALERIA de ARTES, ali instalada, que vamos denominar: GALERIA PERNANENTE de MAURÍCIO VAN GORD, do Guarda JOSÉ MAURÍCIO SILVEIRA GOMES.

Vigilante-Pintor que reproduz e/ou cria obras de qualidade, sem ter tido jamais aulas específicas sobre o tema. Entretanto devemos reconhecer que o nosso VAN GORD  possui um dom natural neste “metier”, que o remete pela sua habilidade e domínio dos “pincéis”, a um grande ARTISTA AUTODIDATA. Naquele espaço podemos admirar várias réplicas de obras de pintores famosos com boa qualidade artísticas afixadas nas paredes laterais.

 

                                                 

José Maurício Silveira Gomes, vigilante e pintor,  

  conhecido como Van Gord

 

Por exemplo: Assim temos Vicent Van Gogh; Picasso; Edgar Degas; Claude Monet e, também, se encontra presente a mais famosa pintura da brasileira TARSILA do AMARAL, denominada ABAPORU; e muitos outros pintores de renomada fama.

 

Quadro Ponte d` Argenteuil, baseado na pintura de Monet

 

 

                                   

Obras do pintor Van Gord

 

 

                               

Reprodução do Quadro Abaporu, de Trasila do Amaral

 

Além do mais, existem obras de autoria própria de VAN GORD, assim podemos apreciar o quadro onde retratou seu NETO, entre outras de sua criação, buscando com determinação uma identidade própria, podendo a qualquer tempo serem reconhecida pelo meio artístico. Muito bom! Aos interessados, profissionais das artes ou não, recomendamos que façam uma visita naquele espaço cultural, justamente onde em sentido figurado respiramos ARTES e nos alimentamos de LETRAS, no grande e real cenário cultural que é o nosso CLA... 

 

Obra “O neto”, de 2015, que retrata o neto de Van Gord

 

 

                                           

Pintura de Gauguin

 

  

                               

Tela de Van Gord inspirada em Gauguin

 

Seu nome artístico surgiu de um comentário: De que ele com sua corpulência fora do padrão estavam mais para “VAN GORDO do que para VAN GOGH”; tudo isto em tom de uma brincadeira salutar. Tanto que prosperou, bastou excluir a letra “O” de GORDO e se transformou em GORD, MAURÍCIO, ou seja, passou a assinar suas obras com o novo nome: VAN GORD... 

Em prosseguimento, perguntamos ao MAURÍCIO: O que a UNIRIO representa para VOCÊ?

“GRATIDÃO. Trabalhar na UNIRIO, me abriu um canal que viabilizou meu contato com a Arte, com a Cultura, e com os principais Pintores e suas Obras de Arte, despertando o meu lado criativo e valorizando o meu potencial, incentivando não só que eu me dedicasse a me expressar através da Arte, como prestigiando o meu trabalho com uma oportunidade ímpar de apresentá-lo em uma exposição”.

Seu Grupo familiar é constituído por sua Mãe; Esposa; Irmãos; Enteada e o Neto. Em suas horas vagas além de curtir o convívio com seus familiares; gosta de ver TV e; como não poderia deixar de ser adora: PINTAR...

Declarou com muita ênfase que o seu momento mais importante foi quando, em 01/10/2017, mereceu a oportunidade de participar da EXPOSIÇÃO aos GRANDES MESTRES, aqui na Universidade. Aproveitou o momento final e dirigiu um convite a toda à comunidade universitária, em especial, aos leitores do PROGEPE Informa para participarem da próxima exposição no CLA, que deverá ocorrer no início na segunda quinzena de março e será divulgada pelos meios virtuais do portal da UNIRIO. A partir do dia 22 de março, a Gestão de Relacionamentos (GERE) juntamente com a curadoria da servidora da PROGEPE, Mariana Buarque, estão organizando uma exposição com as fotos das principais obras de Van Gord que ficarão no Hall de entrada da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE), localizada na Av. Presidente Vargas, nº 446, 21º andar—Centro.

 

_______________________________________________________________________________________

 

                                                         

 

                               

 

Elisabete Calabre Strazeri

Pró-Reitora de Gestão de Pessoas em exercício

 

_______________________________________________________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

Portlet Imagem
Portlet Imagem
Setores da PROGEPE
Acesso a Webmail UNIRIO
Portlet Imagem
Fale Conosco