Você está aqui: Página Inicial / Dezembro de 2015 – Ano I – Nº 008

Dezembro de 2015 – Ano I – Nº 008

Informativo Mensal – Dezembro de 2015 – Ano I – Nº 008

PROGEPE fará homenagem aos servidores que se aposentaram em 2015

 

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas realizará o “ Encontro dos Aposentados da PROGEPE”, no dia 14 de dezembro, às 15h, no Auditório da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, na Urca. Serão homenageados 33 servidores que se aposentaram no ano de 2015.

Neste ano, a Administradora e Analista em Geociências da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), Nair Fátima Gonçalves da Silva, irá proferir a palestra “Aposentei-me... e AGORA!!!” e a servidora aposentada Elid Silva Bittencourt fará uma apresentação musical. A Pró-Reitora de Gestão de Pessoas, Mariana Flores Fontes Paiva, convida todos os servidores a participarem desta homenagem.


PROGRAMAÇÃO DO EVENTO – 2ª FEIRA – 14/12/2015


Local: Auditório da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, localizado na Rua Dr. Xavier Sigaud, nº 290, 2 andar, Urca

Horário: 15h

 

15h00 às 15h40

Mesa de Abertura: “Abertura oficial do evento”

15h40 às 16h00

Homenagem aos servidores que se aposentaram em 2015

16h00 às 16h40

Palestra “Aposentei-me... e AGORA!!!” – Administradora Nair Fátima

16h40 às 17h00

Apresentação musical da servidora aposentada Elid Silva Bittencourt



SERVIDORES HOMENAGEADOS

1.       SANDRA APARECIDA DE FREITAS FERREIRA

2.       ANTONIO CLAUDIO MENDES RIBEIRO 

3.       ELID SILVA BITTENCOURT   

4.       NILZA CORDEIRO DE CARVALHO

5.       NACIR RODRIGUES DAS CHAGAS

6.       OTAVIANO ANDRADE BASTOS 

7.       ELIZABETH PINHEIRO ARAUJO

8.       JOSE MARIA DE ANDRADE 

9.       UBIRAJARA ANTONIO LOPES 

10.     SUELI MESQUITA DE CARVALHO  

11.     HELIOMAR DE AZEVEDO VALLE

12.     MARIZA BOTTINO DE ALBUQUERQUE

13.     PATRICIA CORREA HENNING

14.    MARIA TERESA WILTGEN TAVARES DA COSTA FONTOURA

15.    JULIA BELLESSE DA SILVA LINS

16.    SANDRA GOULART MAGALHAES

17.    SEVERINO DA SILVA

18.    ANA MARIA DE ALMEIDA

19.    ARLETE ALCANTARA DOS SANTOS  

20.    DULCINEA PELAI DA SILVA

21.    GILDA SALLES GOMES

22.    LUIZ CARLOS MONTEZ MONTE

23.    LUCIA HELENA DE FREITAS

24.    LUIZ CARLOS TEODORO DE SOUZA

25.    MARIA APARECIDA CAMPOS

26.    OLGA REGINA CARDOZO TELLES

27.    LUIZ CARLOS GOMES

28.    MARIA ISABEL SOBREIRA   

29.    LEUZI VILLACA HORTA

30.    ROSANGELA MATHIAS BELARMINO

31.    SERGIO CONDE DE ALBITE SILVA 

32.    LUCIA MARCELLO STEINER DO COUTO 

33.    MARIA DAS DORES RIBEIRO DA SILVA

 

Mais informações podem ser obtidas na Gestão de Relacionamentos (GERE) no telefone (21) 2542-3987 ou através do e-mail progepe.gere@unirio.br.




SAAPT realizará reuniões com os gestores sobre Dimensionamento da Força de Trabalho dos TAEs

 

Dando continuidade às ações sobre dimensionamento da força de trabalho, o Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT) realizará reunião com os gestores da UNIRIO que possuem Técnicos em Assuntos Educacionais (TAEs) lotados em suas Unidades. O encontro tem como tema as atribuições relacionadas ao cargo dos TAEs e está marcado para odia 14 de dezembro de 2015, às 10h, no Auditório da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto.

Durante o ano de 2015, foram realizadas três reuniões com os Técnicos em Assuntos Educacionais. O objetivo dessa ação é construir um Plano de Trabalho, realizar o mapeamento das atribuições dos TAEs e também propor um dimensionamento estratégico dessa força de trabalho dentro da Universidade.

É importante a participação dos gestores nessa reunião para que seja possível a discussão coletiva sobre o material relacionado às atribuições dos Técnicos em Assuntos Educacionais.  


 

UNIDADES QUE POSSUEM TAEs

Coordenação de Relações Internacionais

Secretaria da Decania do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia

Decania do Centro de Ciências Jurídicas e Políticas

Direção da Escola de Medicina e Cirurgia

Departamento de Engenharia de Produção

Direção do Instituto de Biociências

Coordenadoria de Acompanhamento e Avaliação do Ensino de Graduação

Vice-Reitoria

Seção de Programas e Atividades Especiais de Ensino de Graduação

Direção da Escola de Museologia

Departamento de Medicina Geral

Coordenação de Educação à Distância

Direção da Escola de Educação

Direção da Escola de Medicina e Cirurgia

Decania do Centro de Letras e Artes

Direção da Escola de Educação

Seção de Programas e Atividades Especiais de Ensino de Graduação

Direção do Instituto Biomédico

Seção de Programas e Atividades Especiais de Ensino de Graduação

Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho

Coordenação de Educação à Distância

Comissão Própria de Avaliação

Direção da Escola de Letras

 

 

Mais informações podem ser obtidas no Setor de Acompanhamento e Análise do Processo de Trabalho (SAAPT) no telefone (21) 2542-5523 ou através do e-mail progepe.saapt@unirio.br.


 




DAP informa o prazo para solicitações na Folha de Pagamento do mês de dezembro

A Divisão de Administração de Pessoal (DAP), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE), informa que entre os dias 04 e 13/12/2015, a Seção de Pagamento de Pessoal/SPP/DAP e a Seção de Cadastro e Registro de Pessoal/SCRP/DAP/DGPA/PROGEPE não farão atendimento ao público, somente trabalho interno.

As documentações que foram entregues após 04 de dezembro de 2015, só serão processadas na próxima folha de pagamento, ou seja, em JANEIRO/2016. Lembramos ainda, que os documentos de 2015 que forem entregues após a data estipulada entrarão em EXERCÍCIO ANTERIOR, ou seja, o pagamento dependerá da autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Também destacamos que todos mês é divulgado no site da PROGEPE as informações sobre o prazo para solicitações na Folha de Pagamento.

Para informações e solicitações os servidores deverão entrar em contato com a Divisão de Administração de Pessoal/DAP/DGPA, pelo telefone (21) 2542-4030 ou através do e-mail progepe.dap@unirio.br.

 




Comissão da Carreira Docente realiza Reunião Ampliada para discutir minuta sobre a Resolução de Afastamento Docente

 

A comissão da Carreira Docente, instituída pelo Magnífico Reitor via Portaria nº 336 A de 11 de abril de 2014, possui como princípios: a valorização da carreira docente, da estabilidade e do regime de trabalho de dedicação exclusiva; o fortalecimento do tripé ensino pesquisa e extensão; a ausência de diferenciação entre a educação presencial e o ensino à distância; a defesa da educação pública e gratuita como um direito do Estado; a autonomia e democracia na Universidade; a ampla participação dos três segmentos nos diversos fóruns; a liberdade de pensamento, de expressão e de associação sindical; e a defesa da aposentadoria digna com integralidade e paridade. Esta comissão, que foi criada para construir minutas de Resolução que normatizem a carreira docente no âmbito da UNIRIO, com o objetivo de fortalecer a garantia dos direitos e do desenvolvimento do docente em sua carreira, já produziu Minutas de Resoluções sobre Progressão/Promoção dos Docentes, Concurso Público para vagas específicas de Professor Titular, Reposicionamento e Alteração de Carga Horária, que foram apreciadas no Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão. Ela é composta pelas seguintes representações: Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEPE), Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PROPG), Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEXC), Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD) e Associação dos Docentes da UNIRIO (ADUNIRIO). 

Na última terça, às 9:30 no auditório Vera Janacópulos (campus Reitoria), a Comissão realizou a Reunião Ampliada com os docentes da Universidade para discutir sobre a minuta de Resolução sobre Afastamento para Capacitação e Qualificação Docente. 

 




SPS e equipe médica do HUGG realizam exames admissionais dos candidatos do Processo Seletivo Simplificado para o HUGG


O Setor de Perícia em Saúde (SPS) e a equipe médica do Hospital Universitário Gafrée e Guinle (HUGG) realizaram no dia 1 de dezembro os exames admissionais dos candidatos do Processo Seletivo Simplificado para Contratação de Pessoal, em caráter excepcional, em postos de trabalho de nível superior e de nível médio para o Hospital Universitário Gafrée e Guinle, de acordo com o edital n 1/2015, de 19 de agosto de 2015. Eles atenderam em torno de 50 candidatos no ambulatório do HUGG que apresentaram exames de imagem, bioquímico e vacinação. A assinatura do contrato está prevista para a próxima semana.

 

                               

                               Candidatos do concurso simplificado aguardando o exame admissional


A auxiliar de enfermagem, Irandê Porto, aferindo a pressão arterial de uma candidata

 

   A enfermeira do SPS, Erika Alves, durante o exame admissional

 




SCRP informa que férias devem ser homologadas pela chefia


O Setor de Cadastro e Registros de Pessoal (SCRP) alerta sobre a importância da homologação das férias pela chefia, em até 05 dias úteis anteriores ao mês das férias. Após a marcação feita pelo servidor no site do SIGEPE, um e-mail é enviado automaticamente à sua chefia, que encaminhará à PROGEPE (também por e-mail progepe.ferias@unirio.br) a manifestação sobre o pedido de férias do servidorA PROGEPE homologará as férias e o servidor poderá a partir deste momento consultar ou alterar suas férias.

Na página da PROGEPE está disponível o modelo de mapa de férias apenas para controle interno da chefia em seu setor, sendo desnecessário o envio à PROGEPE http://www.unirio.br/progepe/MODELODEMAPADEFERIAS.pdf.

 Mais informações podem ser obtidas na Seção de Cadastro e Registro de Pessoal (SCRP) pelos telefones (21)2542-7321/(21)2542-7307 ou através do e-mail progepe.scrp@unirio.br.

  



Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas lança o projeto “PROGEPE na Medida Certa” 

 

Com o objetivo de emagrecer até o carnaval, as servidoras da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, Valezia Ribeiro e Cristiane Pereira tiveram a ideia de criar um concurso entre os servidores da PROGEPE relacionado a perda de peso. A ideia que antes era apenas uma brincadeira ganhou o apoio da Profa. Dra. Eva Maria Costa, da Escola de Enfermagem e da Profa. Dra. Lucia Polonio, da Escola de Nutrição que a transformaram num projeto piloto dentro da Universidade.

Durante oito semanas a Profa. Dra. Lucia fará as medições dos participantes e a Profa. Dra. Eva irá aferir a pressão e a glicose.  Além deste acompanhamento, os candidatos do projeto “PROGEPE na Medida Certa” poderão fazer exercícios  em bicicleta ergométrica que será cedida pelo Programa de Extensão  Fábrica de Cuidados durante o projeto. A Profa. Dra. Eva informa que durante as atividades físicas os participantes terão acompanhamento dos bolsistas da Fábrica de Cuidados, da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, enquanto a Profa. Dra. Lucia também faz orientações em relação à alimentação do grupo. 


As professoras durante orientação com o grupo


Estão programadas caminhadas e aulas de zumba, que já tiveram início com o Prof. Roberto Domiciõ. A realização das atividades ocorrerá fora do horário do expediente. Com início em novembro, este projeto piloto conta com 11 participantes entre servidores e terceirizados lotados na PROGEPE e dependendo do resultado poderá futuramente ser expandido para a Universidade. 

     

                            

Profa. Dra. Eva Maria Costa e Profa. Dra. Lucia Polonio com os participantes do Projeto “PROGEPE na medida certa”


 

 

O grupo do Projeto com o Professor de Zumba, Roberto Domiciõ

 



 

 

                                                                   

 

Governo Federal anuncia medida de suspensão de concursos em 2016

 

Com o objetivo de reduzir gastos, recompor receitas e melhorar o resultado do governo federal em 2016, os ministros do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, e da Fazenda, Joaquim Levy, anunciaram a suspensão de concursos públicos para o Executivo, Legislativo e Judiciário, resultando na redução de 1,5 bilhão.

A suspensão está relacionada com os 40.389 cargos previstos no Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2016. Os concursos já autorizados serão mantidos. As nomeações dos concursos realizados anteriormente serão asseguradas dentro do número de vagas e do prazo de validade final dos concursos.

Já a análise dos pedidos dos órgãos para a realização dos concursos será interrompida. As empresas estatais não vão sofrer os cortes estabelecidos pelo governo federal. Diante da crise, o governo federal está fazendo um esforço fiscal e todas as áreas devem se adaptar às novas realidades, a fim de garantir a eficiência da gestão pública.


Fonte:http://www.planejamento.gov.br/assuntos/concursos/noticias/saiba-mais-sobre-a-medida-de-suspensao-dos-concursos-publicos-para-2016





   
      Pensando em Saúde com a SAST


Depressão

 

A depressão está entre as causas mais frequentes de afastamento do trabalho, segundo dados de 2013 do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Somente a depressão foi responsável por 61.044 afastamentos. Muitos são os fatores que podem desencadear o problema como a perda de um ente querido, o fim de uma relação amorosa, problemas financeiros e dificuldades profissionais. Jornadas de trabalho longas, pressões por resultados, uma demanda absurda de trabalho ou meta de produção acima do limite do trabalhador e competitividade nos ambientes de trabalho podem levar a níveis elevados de estresse e ansiedade, e estão cada vez mais relacionados às causas do desenvolvimento da doença.

A depressão pode surgir associada a pensamentos negativos, pessimismo, perda de interesse pelas atividades de que se gosta, irritabilidade, ansiedade, sentimento de inutilidade, choros com frequência, dificuldade de tomar decisões e busca de isolamento. Além dos sinais emocionais podem também surgir sintomas físicos associados como mal-estar, dores de cabeça, dores nas costas ou dores abdominais, perda de apetite, fadiga, alterações e distúrbios do sono (insônia ou sonolência) e dificuldade de concentração. Sentir-se, em certos momentos, triste, de baixo astral, desanimado ou de mau humor são reações normais e que fazem parte da vida. São tantas situações de perda, frustrações e estresse que ocorrem ao longo da existência que escapar ileso chega a ser praticamente impossível. No entanto, é preciso ficar atento aos sinais. Se os sintomas se prolongarem por mais de duas semanas e começarem a afetar a rotina e a execução de tarefas diárias, pode indicar não se tratar apenas de um estado de tristeza momentâneo, mas sim de um quadro depressivo, e deve-se consultar um especialista. O diagnóstico é feito através da avaliação clínica.

Só tratar não basta. É preciso promover ajustes na rotina de trabalho. Isso implica em detectar falhas nas relações entre as pessoas e na maneira como a Instituição conduz as suas necessidades de trabalho em relação às necessidades desses indivíduos. A Instituição tem papel fundamental na recuperação do indivíduo. Uma de suas responsabilidades é avaliar, identificar e propor intervenções no ambiente de trabalho. Para a OMS (Organização Mundial da Saúde), "a adesão aos princípios dos ambientes de trabalho saudáveis, evita afastamentos e incapacidades para o trabalho, minimiza os custos com saúde e os custos associados com a alta rotatividade, e aumenta a produtividade a longo prazo bem como a qualidade dos produtos e serviços". Diante disso, o Setor de Atenção à Saúde do Trabalhador (SAST) tem como objetivo a promoção de saúde na UNIRIO. Uma delas é a avaliação de ambiente, que já vem ocorrendo em alguns departamentos da Universidade.

                                                                                        

    Equipe do Sast

   

Mais informações podem ser obtidas no Setor de Atenção à Saúde do Trabalhador (SAST), pelo telefone (21) 2263-6911 ou através do e-mail  progepe.sast@unirio.br.

 




Enfim chegamos ao final do ano, mas não sem tempo para homenagear mais uma servidora da UNIRIO, que possui muita garra, profissionalismo e está sempre atenta aos aspectos humanitários no trato com as pessoas. Exerce suas funções no cargo de enfermeira, com lotação no Hospital Universitário Gafrée e Guinle (HUGG) e, desde 2009 é integrante da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH). Atualmente preside essa comissão.


Enfermeira Carmem Fernandes Alves


Consultando sua pasta funcional nos arquivos da PROGEPE, consta que pela Portaria n 138, de 16/05/2007 respondeu pelo Serviço de Regulação de Atendimento ao Cliente (SERPAC) do HUGG, sempre foi destaque na assistência à clientela do HUGG.

Nossa homenageada, começou sua carreira profissional no Hospital Carmela Dutra, onde conheceu a auxiliar de enfermagem Irandê Porto, hoje lotada no Setor de Perícia e Saúde, da PROGEPE. Passou a fazer parte da família profissional da UNIRIO em 06/05/1981, portanto com mais de três décadas de dedicação. A seguir, apresentamos sua trajetória de vida profissional. 

Primeiramente, a enfermeira Carmem citou como um ícone da enfermagem a enfermeira Florence Nightingale.


                                                                 

“Parecerá, talvez, um estranho princípio enunciar que o primordial requisito de um hospital consiste no dever de não prejudicar o paciente”


Florence Nightingale 1820 - 1910

 

  

A enfermeira Carmem Fernandes Alves é formada em enfermagem e obstetrícia pela Escola de Enfermagem Anna Nery da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ em 1978. Realizou estágio de Residência em Enfermagem, de 1978 a 1980 no Hospital Maternidade Carmela Dutra (HMCD), e foi admitida na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro em 1980 como enfermeira na 10ª enfermaria de clínica médica do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG).
As enfermeiras do HUGG Stella Reanult, Carmem Alves e Maria da Penha Pinheiro


Em 1982 passou a fazer parte da equipe de profissionais que iriam compor o serviço de obstetrícia do HUGG. Devido à experiência adquirida no período da Residência de Enfermagem no HMCD, contribuiu de forma efetiva na montagem e organização do serviço criando protocolos e, estabelecendo rotinas de trabalho para a equipe de enfermagem, com vistas a uma assistência de qualidade para o binômio mãe-filho.

Em 1984 participou da equipe organizada pela Enfermeira Nébia Maria Almeida de Figueiredo, Chefe da Divisão de Enfermagem, que elaborou o Primeiro Manual de Normas, Rotinas e Procedimentos de Enfermagem do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle - HUGG. Nesse trabalho, foram elaborados todos os protocolos do Serviço de Obstetrícia.

A década de 80 foi marcada pela descoberta de uma nova e misteriosa doença a  síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS), causada por um retrovírus que foi denominado vírus da imunodeficiência humana (HIV), cujo início descrevemos a seguir:

 

 

Cronologia da síndrome da imunodeficiência adquirida

 

1977 e 1978

  • Primeiros casos nos EUA, Haiti e África Central, descobertos e definidos como AIDS, em 1982, quando se classificou a nova síndrome.


1980

  • Primeiro caso no Brasil, em São Paulo, também só classificado em 1982.

1981

  • Primeiras preocupações das autoridades de saúde pública nos EUA com uma nova e misteriosa doença.

 

1982

  •  Adoção temporária do nome Doença dos 5 H, representando os homossexuais, hemofílicos, haitianos, heroinômanos (usuários de heroína injetável) e hookers (nome em inglês dado às profissionais do sexo).
  • Conhecimento do fator de possível transmissão por contato sexual, uso de drogas ou exposição a sangue e derivados.
  • Primeiro caso decorrente de transfusão sanguínea . 
  • Primeiro caso diagnosticado no Brasil, em São Paulo.


1983

  • Primeira notificação de caso de AIDS em criança.
  • Relato de caso de possível transmissão heterossexual.
  • Homossexuais usuários de drogas são considerados os difusores do fator para os heterossexuais usuários de drogas.
  • Relato de casos em profissionais de saúde.
  • Primeiras críticas ao termo grupos de risco (grupos mais vulneráveis à infecção).
  • Gays e haitianos são considerados principais vítimas.
  • Possível semelhança com o vírus da hepatite B.
  • Focaliza-se a origem viral da AIDS.
  • No Brasil, primeiro caso de AIDS no sexo feminino.


1985

  • Fundação do Grupo de Apoio à Prevenção à AIDS (GAPA), primeira ONG do Brasil e da América Latina na luta contra a AIDS.
  • Diferentes estudos buscam meio diagnóstico para a possível origem viral da AIDS.
  • O primeiro teste anti-HIV é disponibilizado para diagnóstico.
  • Caracterização dos comportamentos de risco no lugar de grupo de risco.
  • Descoberta que a AIDS é a fase final da doença, causada por um retrovírus, agora denominado HIV (Human Immunodeficiency Virus, em inglês), ou vírus da imunodeficiência humana.
  • Criação de um programa federal de controle da AIDS (veja portaria 236/85).
  • Primeiro caso de transmissão vertical (da mãe grávida para o bebê).

 

 

Fonte Departamento de DST, AIDS e Hepatites Virais



 

HUGG: Hospital de Referência para o Diagnóstico e Tratamento da AIDS.


O serviço de Obstetrícia passou a receber gestantes portadoras de HIV/AIDS. Período muito conturbado e de grande aprendizado para os profissionais, visto que naquela época não existiam protocolos estabelecidos para esse tipo de atendimento. Sabemos que no período do trabalho de parto, parto e puerpério ocorrem perdas sanguíneas transvaginais, que causavam preocupação e insegurança na equipe durante os procedimentos, pelo fato de saber que a principal via de contaminação era a sanguínea, assim como, já havia nessa época relato de casos em profissionais da saúde.

Neste período, a maternidade do HUGG era chefiada pelo Ilustríssimo Professor Dr Rogério Rocco, profissional competente e humano, que recebia e atendia pessoalmente as pacientes portadoras de HIV/AIDS, que vinham encaminhadas por outras maternidades, incluindo as procedentes de Instituições carcerárias como as da Penitenciária Talavera Bruce do complexo penitenciário de Bangu.

 A AIDS é até hoje uma doença estigmatizada e por isso é fundamental que a equipe multiprofissional seja formada por profissionais capacitados que recebam treinamento contínuo, atualizado em biossegurança, além de assistência nas questões do risco ocupacional. As Normas de Biossegurança devem ser utilizadas sistematicamente pelos profissionais de saúde, independente do tipo de doença que o paciente apresente. Por definição temos que "Biossegurança é o conjunto de ações voltadas para a prevenção, minimização ou eliminação de riscos inerentes às atividades de pesquisa, produção, ensino, desenvolvimento tecnológico e prestação de serviços, visando à saúde do homem, dos animais, a preservação do meio ambiente e a qualidade dos resultados" (Teixeira & Valle 1996).

Para a equipe do Serviço de Obstetrícia, esse período de início dos atendimentos foi profícuo de ideias, que culminou na elaboração de protocolos para  assistência multiprofissional às mulheres portadoras de HIV/AIDS. Foram providenciados coletores (latas de alumínio com tampa), para o descarte de material pérfuro-cortante, que não existiam naquela época, revisados os protocolos de esterilização de instrumental, limpeza e desinfecção do ambiente. Verificou-se, então, que a equipe tinha condição de prestar uma assistência segura e humanizada a todas as pacientes independente do tipo de patologia que pudessem apresentar. 

O Professor Rocco e a Enfermeira Carmem passaram a fazer palestras em Instituições de Saúde, escolas, associações entre outras, com o objetivo de esclarecer sobre a doença suas formas de contaminação e ensinar através da experiência adquirida, como prestar assistência adequada a mulher no ciclo grávido puerperal e ao binômio mãe filho com qualidade e livre de riscos para os profissionais da saúde. Ressaltamos também a participação dos(as) enfermeiros(as): Thelma Spindola e Gertrudes Teixeira Lopes, Teodorico Machado, Ronaldo Sampaio, Lissonja Borba, Maria da Penha Pinheiro, Neuza Maria Branco Teixeira, Josué Garcia, Milena Banic, Edson Ramos, Luzia de Guadalupe, Maria Inês Kloh, Maria da Conceição, Marilena de Biase, entre outros. 

Dando continuidade à sua trajetória profissional da Enfermeira Carmem, em 1998, foi  Chefe da Divisão de Enfermagem do HUGG. Em 2000, Enfermeira Supervisora das clínicas médicas e cirúrgicas e em  2005, Enfermeira do Centro Cirúrgico Geral. A partir de 2009, foi convidada para fazer parte da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), sendo, atualmente, a presidente dessa comissão. 

Além disso, realiza treinamento para os acadêmicos de enfermagem do 4º período em parceria com a Escola de Enfermagem Alfredo Pintosobre Normas de Biossegurança, Higienização das Mãos, uso de EPI, Imunização para pessoal da saúde e Medidas de Prevenção e Controle da Infecção Hospitalar, com o objetivo de orientar e prepara-los para o início do estágio curricular no HUGG; é Preceptora da Residência Multiprofissional em Saúde; e participa do Projeto de Extensão da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) “Higiene das mãos: prática efetiva para prevenção de infecções”.

                                                          
 

Homenagem

 

No aniversário de 125 anos da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, a Enfermeira Carmem foi homenageada pela parceria e integração docente-assistencial para formação de enfermeiros tendo, nessa comemoração, recebido uma medalha comemorativa desse evento.


                                  Enfermeira Carmem Alves com o Diretor do HUGG, Fernando Ferry



Superintendente de Enfermagem do HUGG, Daniel Aragão com a Enfermeira Carmem Alves


Rumo ao mestrado


A Enfermeira Carmem atualmente é  mestranda do Programa de Pós Graduação em Saúde e Tecnologia no Espaço Hospitalar Mestrado Profissional da UNIRIO - EEAP cuja orientadora é a Professora Doutora Nébia Maria  Almeida de Figueiredo. O seu projeto do mestrado profissional está relacionado com as atividades da CCIH, centrado na medida mais básica e fundamental na prevenção e controle de infecções hospitalares, a  higienização das mãos.

  

Enfermeira Carmem Alves e a enfermeira Stella Reanult durante campanha sobre Higienização das Mãos


Enfermeira Carmem Alves ensinando como deve ser feita a higienização das mãos

 

A motivação para o mestrado profissional foi a possibilidade de através  desse estudo  poder entender os motivos  que levam a equipe de enfermagem a higienizarem ou não as mãos durante a assistência ao paciente e,dessa forma, poder criar estratégias que possam contribuir para a adesão desses profissionais a higienização das mãos, melhorando a qualidade da assistência de enfermagem e promovendo a segurança do paciente.  

Nas horas de folga, a enfermeira Carmem gosta de viajar para Teresópolis com o esposo e os filhos Hugo, Rodrigo e Mariana. Segundo a homenageada “A Unirio foi minha vida, onde construí minha vida”, declarou emocionada e agradecida à Instituição.           

  


   

Mensagem de Fim de Ano


A Pró-Reitora de Gestão de Pessoas, Mariana Flores Fontes Paiva, deseja a todos os servidores e funcionários da UNIRIO um feliz natal e que 2016 seja um ano repleto de saúde, paz, esperança e que traga novos desafios, conquistas, projetos e muito sucesso.