Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Memórias Sonoras da Diáspora Negra no Brasil (sonoridades apropriadas das manifestações musical-coreográfico-rituais)

Memórias Sonoras da Diáspora Negra no Brasil (sonoridades apropriadas das manifestações musical-coreográfico-rituais)

UNIRIO - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
CLA - Centro de Letras e Artes

 

Instituto Villa-Lobos (Escola de Música da UNI-RIO)

 

Palestra

05 de julho de 2018 - Quinta-Feira

09:30 horas

Sala II - 203 

Memórias Sonoras da Diáspora Negra no Brasil

(sonoridades apropriadas das manifestações musical-coreográfico-rituais)

Ementa

 A partir da vivência de algumas expressões sonoro-coreográfico-rituais da tradição negra no Brasil (congadas, sambas, jongos, cocos, ijexás, maracatús ... ), reconhecidas como referências da musicalidade popular, o encontro propõe reflexões político-sociológicas que envolvem as suas inserções e apropriações (e expropriações) no cenário histórico e contemporâneo da cultura brasileira, notadamente na música popular. Apesar da reconhecida diversidade musical no Brasil, advindas das comunidades negras, de distintas localidades e tempos históricos, discute-se que as relações sociais interétnicas em torno dessas expressões transcorrem sob as mesmas perspectivas ético-políticas.  As reflexões se baseiam em alguns textos do próprio autor.

Prof. Dr. Alberto T Ikeda 
Etnomusicólogo – Professor Colaborador do PPG.Música-ECA-USP / Professor Colaborador, Co-Orientador do Programa Interunidades de Pós-Graduação em Integração da América Latina (PROLAM)-USP) / Consultor da Cátedra Kaapora (das Culturas tradicionais e populares) - Pró-Reitoria de Extensão e Cultura - UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo / Professor aposentado do Instituto de Artes da UNESP/SP 

 

Bibliografia específica:

 1) IKEDA, Alberto T. “No carnaval pós-moderno, negro não tem vez”. In: O ESTADO DE S.PAULO, Caderno Cultura, sábado, 8 de fev. de 1997 – nº 857 – ano 17; 7p. (titulo original: Um carnaval pós-moderno).

2) IKEDA, Alberto T. “Do Lundu ao Mangue-Beat”. InREVISTA HISTÓRIA VIVA – edição especial temática, nº 3. São Paulo: Duetto, março de 2006, 72-75. 2) [também disponível em: Folia de reis, sambas do povo, São José dos Campos: Fundação Cassiano Ricardo/Centro de Cultura Popular/Museu do Folclore “Maria Amália Giffoni”, (dez) 2011, 156 pp.. ISBN 978-85-99001-08-0, online: http://www.youblisher.com/p/222521-Folia-de-Reis-Sambas-do-Povo/

3) IKEDA, Alberto T. "Culturas populares no presente: fomento, salvaguarda e devoração". In: Estudos Avançados [online]. 2013, vol.27, n.79, pp. 173-190. ISSN 0103-4014. [Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo], dez. 2013. In: http://www.scielo.br/pdf/ea/v27n79/v27n79a13.pdf

Revista: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=0103-401420130003&lng=pt&nrm=iso

 4) IKEDA, Alberto T. Música, política e ideologia: algumas considerações. Revista @rquivo@ (online) - RevistaEletrônica da Pós-Graduação do IA – Unesp – S. Paulo, número 1, março de 2007, ISSN 1981-5530. Endereço:http://www.ia.unesp.br/Home/TesteAlice/artigo-01-ikeda.pdf

5) IKEDA,  Alberto T. O ijexá no Brasil: rítmica dos deuses nos terreiros, nas ruas e palcos da música popularRevista USP - n. 111 (2016) - Dossiê música popular brasileira na USP [ lançada em fev.2017 ]; Disp.: http://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/127596/124647

Prof. Dr. Alberto Tsuyoshi Ikeda 
Etnomusicólogo

Professor aposentado do Instituto de Artes da UNESP/SP.  Professor Colaborador do PPG.Música-ECA-USP / Professor Colaborador, Co-Orientador do Programa Interunidades de Pós-Graduação em Integração da América Latina (PROLAM)-USP) / Consultor da Cátedra Kaapora (das Culturas tradicionais e populares) - Pró-Reitoria de Extensão e Cultura - UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo

« Novembro 2018 »
Novembro
DoSeTeQuQuSeSa
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930