Você está aqui: Página Inicial / Profa. Dra. Mariana Lousada

Profa. Dra. Mariana Lousada

Professora Adjunto do curso de Arquivologia na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Docente permanente e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Documentos e Arquivos (PPGARQ/UNIRIO). Líder do grupo de pesquisa Fundamentos e Perspectivas Arquivísticas. Doutora e Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus de Marília. Foi bolsista Capes de estágio de doutorado na Universidad de Salamanca (Espanha). Possui graduação em Arquivologia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Foi bolsista FAPESP no mestrado e de iniciação científica pela agência de fomento CNPq. Foi arquivista na Força Aérea Brasileira (2013-2015).

mariana.lousada@unirio.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/6155301215674644

Projeto de Pesquisa no ProgramaInstrumentos avaliativos como aporte para a constituição do patrimônio documental na cidade do Rio de Janeiro. 

Resumo: O processo avaliativo de documentos de arquivo é um dos responsáveis pela formação do patrimônio arquivístico. Mas para apreender de que forma este patrimônio expressa e narra a construção da memória é necessária uma análise mais profunda de diversos aspectos envolvidos. Por esta razão, este projeto de pesquisa tem como objetivo discutir o processo de construção dos instrumentos avaliativos como aporte para a constituição do patrimônio documental e, consequentemente da memória. Estabeleceu-se como objetivos específicos identificar as instituições sediadas no município do Rio de Janeiro que possuem instrumentos de avaliação documental, afim de analisar a dinâmica do processo de construção da Tabela de Temporalidade, identificando os parâmetros existentes na atribuição de valor secundário aos documentos. Para tanto, a metodologia adotada visa uma fase teórica e outra aplicada, com a análise crítica dos aspectos envolvidos. Nesse sentido, a multiplicidade de abordagens teóricas desses conceitos e noções e a sua relação com os arquivos fazem com os profissionais da informação, de uma maneira geral e não só os arquivistas, reflitam, reconsiderem e revisem o papel, a missão e a relevância dos estudos de avaliação no âmbito da gestão e preservação dos documentos de arquivo.