Você está aqui: Página Inicial

Programa de Pós-Graduação em Neurologia

1. HISTÓRICO DO PROGRAMA

 

O Programa de Pós-graduação em Neurologia (PPGNEURO) do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), cursos de Mestrado e Doutorado, foi aprovado pela CAPES em 2003. O Curso de Mestrado foi iniciado em 2004, agregando nove docentes permanentes e em 2008 foi iniciado o Curso de Doutorado.

A área de concentração do Programa é a neurociências, compreendida como a  reunião de conhecimentos clínicos e básicos sobre doenças do sistema nervoso.

A aprovação da CAPES deste Programa representa até hoje um marco histórico para a Escola de Medicina e Cirurgia/CCBS, porque permanece como o único programa autorizado por esta agência a oferecer Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado numa área de avaliação de Medicina, no caso Medicina II. No Brasil só existem quatro outros programas de Neurologia (USP/SP, USP/Ribeirão, UNIFESP e UFF).

Nestes 15 anos de existência ocorreram grandes mudanças no corpo docente com ingresso de novos professores doutores oriundos da Neurologia, Medicina Interna, Neurocirurgia e Ciências Biológicas.  Editais  FINEP, FAPERJ e CNPq, foram conquistados  o que permitiu a criação ou ampliação dos laboratórios de pesquisa na UNIRIO. O programa se consolidou ampliando a produção científica divulgada em revistas de alto impacto, equilibrando a relação discente/orientador e demonstrando grande capacidade de formação de Mestres e Doutores. Desde sua existência o Programa titulou 194 mestres e 57 doutores em neurologia. 

No quadriênio atual  (2017-2020) a meta do PPGNEURO é alcançar a nota cinco na avaliação da CAPES  e todos os esforços estão sendo feitos  pelos Docentes do  Programa  para ampliar a produção científica, expandir laboratórios de pesquisa na Universidade e manter com  eficiência todas as atividades acadêmicas relacionadas a formação dos alunos.

 
 

2. ORGANIZAÇÃO DO PROGRAMA

 

De acordo com dados inseridos na Plataforma Sucupira referente ao ano 2019. 

 

Corpo Docente

 

O Corpo Docente do PPGNEURO é formado de 23 Doutores (18 Docentes Permanentes e 5 Docentes Colaboradores), com projeção nacional e internacional, com alta produção científica e  capacitação em diferentes áreas para a orientação de alunos de Mestrado e Doutorado.

Os 18 Docentes permanentes podem ser classificados  por sua formação na graduação e especialização em três grupos:  

Médicos especialistas em neurologia e ciências afins (N=8): neurologistas: Regina Maria Papais Alvarenga, Soniza Vieira Alves Leon, Claudia Cristina Ferreira Vasconcelos, Denise Hack Nicaretta (UNIRIO) e Marcia Maria Jardim Rodrigues (UERJ/FIOCRUZ);  neurocirurgiões: Jorge Paes Barreto Marcondes (UFRJ) e Marcus André Acioly de Sousa (UFF) e neurocientista: Sergio Luis Schmidt (UNIRIO);

Médicos de diferentes especialidades (N=6): Carlos Eduardo Brandão Mello (UNIRIO/Gastroenterologia),  Luiz Claudio Santos Thuler (UNIRIO/INCA/Epidemiologia), Rossano Kepler Alvim Fiorelli  (UNIRIO/Técnica Operatória), Maria Helena de Araújo Melo (UNIRIO/Otorrinolaringologia/Medicina do Sono), Fernando Raphael de Almeida Ferry (UNIRIO/Infectologia) e Renato Ambrósio Junior (UNIRIO/Oftalmologia).

Docentes com formação em diferentes  áreas de ciências da saúde (N=4): Carmen Lucia Antão Paiva (UNIRIO/Genética), Cleonice Alves de Melo Bento (UNIRIO/Imunologia), Joelma Freire de Mesquita (UNIRIO/Biomedicina) e Luiz Claudio Cameron (UNIRIO/Química Biológica).

Docentes colaboradores: duas neurologistas, Ana Beatriz Calmon (Universidade de Vassouras), Glenda Borges de Lacerda (UNIRIO), uma biomédica/geneticista: Luciana Agostinho (Universidade FAMINAS), um professor de Educação Física, Helcio Alvarenga Filho (Pós-doutorado/UNIRIO), Alonço da Cunha Viana Jr., especialista em Medicina do Sono, Professor da disciplina de Otorrinolaringologia da UNIRIO. 

 

 

Pesquisas Financiadas

 

No ano de 2019 cinco Docentes Permanentes continuaram a receber Bolsas de Produtividade CNPQ (Cleonice Bento, Soniza Leon, Luiz Claudio Thuler, Regina Alvarenga e Claudia Vasconcelos) e os dois primeiros, também mantiveram o recebimento de verbas para pesquisa do Edital Cientista de Nosso Estado da FAPERJ (2018).

Em Editais FAPERJ 2019, a docente Claudia Vasconcelos foi contemplada no Edital “Jovem Cientista de nosso Estado” e a Professora Regina Alvarenga foi contemplada em dois editais, individualmente, no Edital Auxílio Bancada (APQ1 - Código 249243) e como Coordenadora do PPGNEURO no Edital Apoio aos Programas e Cursos de Pós-Graduação (Código 250238). Verbas parlamentares para o HUGG também foram aplicadas em pesquisas realizadas nos laboratórios do HUGG pelos DP's Fernando Ferry, Glenda Lacerda e Carmen Antão. 

 

 

Produção Científica

 
Os artigos científicos são pontuados pela CAPES em nove extratos sendo classificados por índices internacionais (JCR, scimago, google acadêmico) em nove extratos: Revistas A1 - 100 pontos; A2 - 90 pontos; A3 - 80 pontos; A4 - 70 pontos; B1 - 40 pontos; B2 - 30 pontos; B3 - 20 pontos; B4 - 10 pontos.

No ano de 2019, de acordo com  análise quantitativa com base no Currículo Lattes, verificamos que os 18 DP publicaram 77 artigos originais que, somados com  83 artigos publicados em 2017 e 56 artigos publicados em 2018, totalizaram 216 artigos sendo a maioria, nos extratos A1, A2 e A3 da nova classificação. De acordo com esta análise, 15 DP já obtiveram, com sua produção científica individual, mais de 360 pontos no triênio.

 

  
 Linhas de pesquisa, núcleos temáticos, projetos em desenvolvimento e orientações
 

O PPGNEURO desde a proposta original se organiza em uma única área de concentração, a neurociências, definida como a reunião de subáreas do conhecimento em torno da neurologia e três linhas de pesquisa (LP) neuro epidemiologia, experimental e neuro infecção.

A Coordenação realizou levantamento dos 74 projetos em desenvolvimento no PPGNEURO no ano de 2019, identificando, nas três linhas de pesquisa, os núcleos temáticos, orientadores/orientandos, laboratórios envolvidos e colaborações nacionais e internacionais com vistas a ampliação das Linhas de pesquisa para o próximo quadriênio.

 

3. SOLIDARIEDADE, NUCLEAÇÃO E VISIBILIDADE

 

Implantação do MINTER (UNIRIO - USS)

 

Em 2019 fomos procurados pelo Pró-Reitor de Pós-Graduação da Universidade de Vassouras (USS) para iniciarmos um MINTER da UNIRIO na USS a partir de 2020. Recebemos oficialmente a proposta por ofício da USS em final de novembro de 2019 e aceitamos em dezembro de 2019. Após várias reuniões iniciamos o processo de solicitação de implantação de MINTER entre a UNIRIO e a Universidade de Vassouras (USS) através da Plataforma Sucupira.

A proposta de um MINTER entre o PPGNEURO-UNIRIO e a Universidade de Vassouras propiciará:

- A formação continuada dos docentes atuantes na região de abrangência da Universidade de Vassouras.

- A qualificação do corpo docente da Universidade de Vassouras.

- A consolidação de projetos, programas e grupos de pesquisa na Universidade de Vassouras, de modo a fortalecer as ações de ensino, pesquisa e extensão na Universidade e na educação básica.

A participação do PPGNEURO neste MINTER inicia uma fase onde os docentes do Programa estarão contribuindo para o fortalecimento do sistema de Pós-Graduação nacional.  

 

Acompanhamento de Egressos

 

Considerando ser uma das atuais recomendações da CAPES o mapeamento dos egressos, iniciamos em 2018 a coleta de informações sobre os Doutores titulados na nossa instituição. A primeira Doutora do Programa, Claudia Vasconcelos, concluiu o curso em 2010, foi aprovada em concurso público para o cargo de Professora de 3 grau na Disciplina de Neurologia da UNIRIO em 2014 e atualmente é a Vice-Coordenadora do PPGNEURO.

Entre 2010-2019 o Programa titulou 57 doutores em Neurologia sendo 45 nos últimos cinco anos como consta na Plataforma Sucupira. No ano de 2019 concluímos a coleta de informações sobre estes 57 doutores podendo assim com estes dados traçar o perfil dos egressos do PPGNEURO.

Dos 57 Doutores, 33 (58%) eram mulheres.  Com relação ao ano de formatura no Curso de Graduação tivemos: 4 (1970-1979), 5 (1980-1989), 20 (1990-1999), 24 (2000-2009) e 4 (2010-2014). O Programa é aberto a profissionais graduados em ciências da saúde e áreas afins, sendo a maioria formada em Medicina, 39 (68%).  [17 (43%) neurologistas e 22 (30%) de diferentes especialidades - 11 na Medicina Interna, 10 na cirurgia e 1 na radiologia]. Dezoito Doutores (32%) vinham de diferentes áreas: quatro da Biomedicina, quatro da Fisioterapia, três da Nutrição, dois da Psicologia, dois da Educação Física e um de cada uma destas Graduações (Ciências Biológicas, Enfermagem e Fonoaudiologia). A maioria dos Doutores concluiu a graduação em universidades públicas, 31 (54%), sendo que 17 na própria UNIRIO.

Quanto à oportunidade de realizar estágios no exterior para aprimoramento relacionado ao tema do doutorado, 13 egressos estagiaram entre 30 dias a 24 meses em universidades estrangeiras, em países como Austrália (2), Espanha (5), Estados Unidos da América (3), Canadá (1) e Portugal (2).  Com relação a atuação profissional, 34 (60%) são professores universitários e oito participam de programas de pós-graduação. A grande maioria tem se dedicado a novas publicações científicas após o término do curso de Doutorado, e todos têm participado de congressos científicos.

 

 

4. PLANEJAMENTO FUTURO

O planejamento futuro imediato do PPGNEURO estará alicerçado nos processos de avaliação e autoavaliação já descritos. Destacamos que os indicares de avaliação de nosso programa encontram-se em consonância com os projetos institucionais em curso no interior de nosso Hospital Universitário (EBSERH-Gerência de Ensino e Pesquisa) e no plano de desenvolvimento institucional de nossa Universidade.

1) A semelhança do apoio acadêmico que prestamos atualmente pelo MINTER na Universidade de Vassouras pretendemos dar continuidade a parcerias inter universitárias visando a qualificação de docentes que atuam em núcleos universitários no interior do Estado do Rio de Janeiro. Acordos de colaboração com as Faculdades do Centro de Ciências da Saúde de Volta Redonda, Campos, Teresópolis e Petrópolis possibilitarão a expansão de pesquisas em neuro ciências em nosso Estado.    

2) Em nosso raio de ação estaremos em breve estabelecendo ou fortalecendo parcerias em outras unidades da federação com Mestres e Doutores egressos de nosso Programa e que, atuam como Docentes em Faculdades de Medicina e/ou Ciências Biológicas nos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Juiz de Fora.  Estas atividades de solidariedade e nucleação serão continuamente corrigidas e direcionadas (feedback ativo) pelos nossos indicadores de avaliação;

3) Implementaremos de forma definitiva o encontro anual de egressos, para divulgação da produção acadêmica e do desempenho profissional destes ex-alunos. Em dezembro de 2018 foi realizado o primeiro encontro de egressos do Doutorado do PPGNEURO com apresentação dos trabalhos mais relevantes. No ano de 2019 a Dra. Claudia Vasconcelos concluiu a coleta de dados sobre os egressos Doutores que está descrita nesta plataforma. No próximo ano, os egressos do Curso de Mestrado serão analisados. .  

4) Desenvolveremos mecanismos para inserção ativa dos recém-doutores com alta produção cientifica no apoio aos programas em fase de consolidação.

5) Fortaleceremos as cooperações internacionais já existentes nas diferentes linhas de pesquisa, doenças da Mielina (Universidade de Málaga, Espanha), biomarcadores (Universidade de Lion, França), Testagem de atenção computadorizada (Universidade do Colorado, USA) , Medicina do Sono (Universidade de Stanford, USA)  e já estamos trabalhando em outras cooperações (exemplos : Holanda , Erasmus University Rotterdan, com o projeto microbiota e alterações nutricionais associadas as doença de Alzheimer; participação no consorcio internacional de neuroimagem em doenças neurodegenerativas).  

6) Construiremos parcerias com a secretaria estadual de educação e escolas particulares  visando a apresentação de palestras com divulgação das pesquisas realizadas  em forma acessível aos alunos das escolas de ensino médio. Neste diapasão, serão organizados pequenos grupos para visita aos laboratórios. No contexto atual da COVID-19 serão realizados esforços para implementação imediata de transmissões breves (lives) para serem distribuídas  as sistema de Ensino Básico;

7) A inserção social de nosso Programa encontra-se materializada pelos trabalhos realizados no HUGG. Entretanto, com a COVID-19, o PPGNEURO se somou aos esforços de toda a comunidade cientifica visando dar sua contribuição. Duas dissertações de mestrado, quatro teses de doutorado, dois trabalhos em nível de pos-doutoramento serão realizados nos próximos anos. Estes trabalhos são frutos  da colaboração dos grupos de epidemiologia, doenças desmielinizantes,  neurologia comportamental/ neuropsicologia, neuro-imunologia e neuro-infeccção.  Serão realizados estudos sobre as alterações neurológicas e psiquiátricas nos diversos estágio da doença incluído os possíveis efeitos tardios e sobre os efeitos do COVID-19 em pacientes com doenças desmielinizantes em tratamento com drogas imunoterápicas.  

8) Por fim, é meta do PPGNEURO, implantar em 2021, a nova estrutura acadêmica do PPGNEURO que foi construída  baseada na produção acadêmica, no perfil dos atuais docentes, nas pesquisas em desenvolvimento e na infraestrutura disponível (apresentada no item 14). A maior modificação será a ampliação para sete linhas de pesquisa (LP) com adequação das disciplinas eletivas/optativas. O objetivo é que cada LP agregue docentes, mestrandos, doutorandos, alunos de IC em projetos a serem desenvolvidos na UNIRIO ou Instituições parceiras. Na LP Neuroepidemiologia das Doenças Inflamatórias Desmielinizantes serão desenvolvidos projetos sobre Esclerose múltipla e Neuromielite óptica. Na LP Neuroepidemiologia serão incluídos projetos nos temas doenças neurodegenerativas, câncer, epilepsia, neuropatias periféricas ou outras doenças neurológicas. Na LP experimental translacional os projetos incluirão pesquisa de biomarcadores plasmáticos e genéticos com interface clínica. A LP Experimental Geral abrangerá projetos realizados em diferentes laboratórios da UNIRIO nos Campus HUGG, Urca e Instituto Biomédico ou em laboratórios de instituições públicas parceiras (FIOCRUZ, UFF e UFRJ). A LP Neuroinfecção permanecerá relacionada a pesquisas sobre HIV/AIDS, hepatite C, neuroviroses e hanseníase utilizando coortes de pacientes acompanhados na UNIRIO. Duas novas linhas de pesquisa foram criadas a partir de núcleos formados no ultimo quadriênio: LP Medicina do Sono agregando projetos em desenvolvimento no Laboratório do Sono do HUGG e LP Neuropsicologia e Comportamento, com projetos relacionados a doenças neurodegenerativas e psiquiátricas.

 

 

Menu

Página Inicial

Corpo Docente

Corpo Discente

     Mestrado

     Doutorado

Egressos

     Mestrado

     Doutorado

Dissertações / Teses

     Dissertações

     Teses

Estrutura Curricular

     Mestrado

     Doutorado

Processos Seletivos / Editais

     Mestrado

     Doutorado

Linhas de Pesquisa

Laboratórios

Eventos

Informações Gerais

« Agosto 2020 »
month-8
Se Te Qu Qu Se Sa Do
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6