Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

PPGAN

Você está aqui: Página Inicial / UNIRIO assina acordo com universidade alemã no Colóquio Internacional de Inclusão e Educação

UNIRIO assina acordo com universidade alemã no Colóquio Internacional de Inclusão e Educação

por Comunicacao UNIRIO publicado 24/10/2013 13h20, última modificação 25/10/2013 10h41

A UNIRIO assinou acordo de mútua cooperação com a Universidade de Dortmund TU (Alemanha) durante a abertura do 2º Colóquio Internacional de Educação e Inclusão, realizado nesta quarta-feira, dia 23, pela Coordenação de Relações Internacionais (CRI). O evento fez parte da programação da 11ª Semana de Integração Acadêmica, que acontece até esta sexta-feira, dia 25.

O acordo, assinado pelo reitor da UNIRIO, Luiz Pedro San Gil Jutuca, e pela professora da universidade alemã Irmgard Merkt, busca viabilizar o intercâmbio entre as instituições nos campos científico, cultural, docente, discente, técnico-pedagógico e técnico-administrativo. A proposta é permitir a realização de projetos de pesquisa, programas de ensino e extensão, palestras, simpósios, seminários, conferências e congressos, visando à disseminação de informações e publicações acadêmicas em áreas de interesse mútuo ou comunitário.

O diretor do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, Chistian Müller, ressaltou os fortes laços existentes entre universidades brasileiras e alemãs. “Temos ampliado nossa relação com a América Latina e, especificamente, com o Brasil”, revelou. “Nos últimos anos, aumentou muito o número de estudantes que vêm de lá para cá e vão daqui para a Alemanha.”

Inclusão

Na abertura do Colóquio, o reitor ressaltou que é preciso naturalizar nas instituições de ensino ações de caráter inclusivo. “Precisamos ter ações voltadas para que, daqui a algum tempo, não haja mais o termo ‘vivenciar a inclusão’, já que ela deve ser feita da forma mais natural possível”, salientou. “A educação deve envolver a inclusão.”

Já professora Lucia de Anna, da Università Degli Studi di Roma, destacou que é preciso transmitir ao mundo o que a educação é capaz de fazer. “Se não houver uma formação que possa contar com elementos inclusivos na escola, na sociedade e no próprio mundo, não chegaremos, de fato, à criação de uma sociedade inclusiva”, disse. 

registrado em: ,

Acesso a Informação Capes CNPQ