Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

PPGAN

Você está aqui: Página Inicial / Seminário na Escola de Teatro dá início a atividades de cooperação acadêmica entre UNIRIO e universidade colombiana

Seminário na Escola de Teatro dá início a atividades de cooperação acadêmica entre UNIRIO e universidade colombiana

por Comunicacao UNIRIO publicado 06/06/2013 00h00, última modificação 02/06/2015 12h28

Teve início na tarde desta quinta-feira, na Escola de Teatro da UNIRIO, o seminário “América Latina: Arte, Pesquisa e Comunidade”, fruto do convênio de cooperação acadêmica firmado em 2012 entre a UNIRIO e a Universidade Distrital Francisco José de Caldas, de Bogotá, Colômbia. A conferência de abertura foi proferida pela coordenadora da área de Artes e Música da Capes, Antonia Pereira Bezerra, que traçou um panorama da pós-graduação brasileira nesse campo.

Antonia ressaltou o desenvolvimento da pesquisa em artes no país, observando que o número de programas de pós-graduação na área cresceu de 11, em 1996, para 40, em 2012. “Entre os principais desafios do triênio atual na Capes estão a revisão dos critérios de classificação dos periódicos e a aproximação com critérios internacionais estabelecidos para outras áreas de humanidades”, disse a coordenadora. Segundo ela, também é preciso refinar o instrumento de avaliação conhecido como “qualis artístico”, que determina em que medida cada obra colabora para cada linha de pesquisa e fortalece a proposta do programa no qual é produzida.

Presente no evento, o reitor da UNIRIO, Luiz Pedro San Gil Jutuca, demonstrou satisfação com o início formal das atividades de cooperação previstas no acordo interinstitucional. “Esse é um daqueles momentos que rejuvenescem qualquer gestor, por ver que um projeto idealizado algum tempo atrás tomou corpo e foi concretizado”, comemorou. A decana do Centro de Letras e Artes (CLA), Carole Gubernikoff, destacou que o convênio ajuda a suprir a necessidade de interação do Brasil com os países vizinhos. “Somos um país de frente para o Atlântico e de costas para a América Latina. Temos que mudar isso com urgência, virar um pouco de lado, olhar para cima e ver o que temos em volta”, salientou.

O seminário prossegue nesta sexta-feira, na Sala de Vídeo, localizada no 4º andar da Escola de Teatro (Av. Pasteur, 436, fundos). Confira a programação aqui.


Acesso a Informação Capes CNPQ