Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

Em foco novembro

Você está aqui: Página Inicial / Professores da UNIRIO lançam antologia de partituras de Francisco Mignone

Professores da UNIRIO lançam antologia de partituras de Francisco Mignone

por Comunicacao UNIRIO publicado 29/04/2016 17h10, última modificação 02/05/2016 07h20

Foi lançada esta semana a coletânea de partituras A Música para Flauta e Piano de Francisco Mignone, fruto de pesquisa realizada na UNIRIO com o apoio financeiro da Faperj. A obra foi organizada pelos professores do Instituto Villa-Lobos (IVL) Sérgio Barrenechea (editor), Lúcia Barrenechea e Clayton Vetromilla.

A antologia apresenta em três volumes parte do repertório do compositor brasileiro Francisco Mignone, principalmente as obras compostas para flauta e piano. Seguindo a tendência do músico, inclui, ainda, transcrições e adaptações de obras originais para outras formações feitas especialmente para a publicação. São apresentadas 13 obras, a maioria em sua primeira publicação. Seis delas aparecem também com transcrição da parte de piano para o violão, no intuito de ampliar sua possibilidade de execução e difusão.

A proposta dos organizadores foi elaborar uma edição prática, que possibilitasse o estudo e a performance musical. Dessa maneira, mantiveram-se o mais próximo possível do manuscrito, incluindo o layout original de Mignone, como as direções das hastes das notas e os diferentes agrupamentos.

Didática, a coletânea busca resgatar obras relevantes da literatura para flauta na música de câmara do compositor, de forma a contribuir para sua divulgação entre o público e os músicos interessados em sua performance, ajudando a promover esse variado e pouco explorado segmento da música para flauta no século XX.

O lançamento complementa o CD triplo A Música para Flauta e Piano de Francisco Mignone, gravado pelo Duo Barrenechea e músicos convidados, e lançado em 2010, com parte do repertório apresentado na coletânea de partituras.

O músico

Francisco Mignone compôs mais de trinta obras para música de câmara, de duetos a sextetos, entre originais e transcrições, que incluem a flauta transversal.

Embora o público contemporâneo associe a figura do compositor ao ideal nacionalista e, principalmente, à música para piano solo, sua produção é bem diversificada, compreendendo de obras sinfônicas a ópera e de canções a música de câmara, em variados estilos e tendências estéticas.

A música para flauta de Mignone é um repertório ainda pouco explorado pelos flautistas. Nas obras está contida enorme variedade de estilos, formas, gêneros e intenções musicais, desde as peças mais elaboradas e profundas até as mais leves e graciosas. Sua música tem melodias luxuriantes e ritmos vibrantes, cheios de vitalidade.

A escrita para o instrumento é idiomática e inclui passagens de grande virtuosismo romântico aliadas a elementos da música popular brasileira. Como um compositor de treinamento apurado que conhece bem seu métier, Mignone escrevia para flauta sempre valorizando suas melhores características, assim como para os outros instrumentos envolvidos nesse repertório – fazendo jus à fama de bom orquestrador. Sua predileção pela flauta certamente demonstra a influência de seu pai, Alfério Mignone, mas também aponta para a proximidade do compositor com a música popular brasileira.

Confira outras informações sobre a obra


Acesso a Informação Capes CNPQ