código do Google analytics Período de inscrições em bolsa permanência do MEC para estudantes indígenas e quilombolas começa nesta terça-feira — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Portal do Governo Brasileiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoriaImprensa

Central de Conteúdos

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

Ícone de uma filmadora na cor branca com findo azulVídeos

Você está aqui: Página Inicial / Período de inscrições em bolsa permanência do MEC para estudantes indígenas e quilombolas começa nesta terça-feira

Período de inscrições em bolsa permanência do MEC para estudantes indígenas e quilombolas começa nesta terça-feira

por comunicacao — publicado 01/08/2017 07h55, última modificação 01/08/2017 12h30
Interessados devem solicitar o auxílio entre os dias 1º de agosto e 29 de setembro

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) informa que as inscrições para o Programa Bolsa Permanência estarão abertas entre os dias 1º de agosto e 29 de setembro, somente para estudantes indígenas e quilombolas.

O Programa é uma ação do Governo Federal de concessão de auxílio financeiro a estudantes matriculados em instituições federais de ensino superior em situação de vulnerabilidade socioeconômica e a estudantes indígenas e quilombolas. O recurso é pago diretamente ao estudante de graduação por meio de um cartão de benefício.

Entretanto, a partir de maio de 2016, as inscrições gerais foram suspensas, mantendo apenas as inscrições para estudantes indígenas e quilombolas, com período determinado para solicitações. Estudantes quilombolas e indígenas podem se inscrever, independentemente da carga horária dos cursos em que estiverem matriculados e da renda familiar, conforme estabelecido na Portaria MEC nº 389, de 9 de maio de 2013.

O valor atualmente praticado da bolsa em geral é de R$ 400,00. No entanto, de acordo com o manual de gestão do programa, para os estudantes indígenas e quilombolas, será garantido um valor diferenciado, igual a pelo menos o dobro da bolsa paga aos demais alunos, em razão de suas especificidades com relação à organização social de suas comunidades, condição geográfica, costumes, línguas, crenças e tradições, amparadas pela Constituição Federal.

O estudante que atender a todos os requisitos para inserção no referido programa terá sua inscrição validada e receberá cartão a ser emitido pelo MEC. A agência para recebimento é definida no momento da inscrição.

Na UNIRIO, a Bolsa Permanência do MEC não poderá ser acumulada com a Bolsa de Incentivo Acadêmico, podendo ser recebida em conjunto com apenas um dos auxílios da PRAE – auxílio-moradia ou alimentação.

Confira na página da Prae as instruções para inscrição


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio