Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentificaçãoWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco |  Mapa do Site

Em foco novembro

Você está aqui: Página Inicial / Painel discute atenção primária à Saúde

Painel discute atenção primária à Saúde

por Comunicacao UNIRIO publicado 01/04/2016 12h15, última modificação 04/04/2016 06h03

Saúde na Atenção Primária no contexto Brasil-Itália foi o tema do painel que aconteceu na manhã desta sexta-feira, dia 1º, na Sala dos Conselhos, no campus da Reitoria. Promovido pelo Observatório de Políticas e Cuidados em Saúde da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) e pela Coordenação de Relações Internacionais (CRI) da UNIRIO, o debate contou com a participação do médico pesquisador da Universidade de Bolonha, Ardigó Martino, do secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, da diretora do Centro Municipal de Saúde Madre Teresa de Calcutá, Marcia Mattos Magalhães, e da professora do Departamento de Enfermagem em Saúde Pública da UNIRIO, Simone Mendes Carvalho.

Na abertura do evento, o reitor Luiz Pedro San Gil Jutuca relembrou o início da cooperação internacional com a Universidade de Bolonha em 2014 e como começou o projeto conjunto na área de Saúde Coletiva. Citou por fim a “importância de congregar ações e socializar experiências entre as instituições”. Daniel Soranz agradeceu a parceria da UNIRIO com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), destacando os avanços com relação ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG) e a entrada de estudantes na rede de atenção primária. Participaram também da mesa de abertura Almerinda Moreira, diretora da EEAP, Juliana Gabelha, representando a CRI, Ardigó Martino, Simone Mendes Carvalho e Andrea Sant’ana, do Centro Acadêmico Walter Fernandes (CAWF).

Durante o painel, Daniel Soranz contextualizou a situação da saúde municipal antes de 2009 e apresentou os avanços com a reforma na Atenção Primária à Saúde nos últimos anos. Reforçou que o objetivo da secretaria é investir mais na atenção primária do que na atenção hospitalar e também aumentar a expectativa de vida da população. O médico italiano Ardigó Martino discursou sobre o cenário da saúde mundial e sobre a importância de “transformar um sistema que cuida de doenças em um sistema que cuida de pessoas”. Ressaltou que a parceria entre as duas universidades não é somente técnica, mas também de afeto, e finalizou enfatizando a cooperação internacional, que possibilita o intercâmbio de profissionais da saúde que “percebem que os problemas são semelhantes e que não se pode tratar uma epidemiologia local sem tratar uma epidemiologia global”.  

O reitor Luiz Pedro San Gil Jutuca abriu o evento na manhã desta sexta-feira (Foto: Comso)


Acesso a Informação Capes CNPQ