código do Google analytics Mestrado Profissional em Ensino das Práticas Musicais recebe inscrições a partir desta quinta-feira, dia 2 — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Portal do Governo Brasileiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoriaImprensa

Central de Conteúdos

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

Ícone de uma filmadora na cor branca com findo azulVídeos

Você está aqui: Página Inicial / Mestrado Profissional em Ensino das Práticas Musicais recebe inscrições a partir desta quinta-feira, dia 2

Mestrado Profissional em Ensino das Práticas Musicais recebe inscrições a partir desta quinta-feira, dia 2

por comunicacao — publicado 02/01/2014 13h04, última modificação 02/01/2014 13h04
São oferecidas 15 vagas para portadores de diploma de graduação em qualquer área do conhecimento

Iniciam-se hoje, dia 2 de janeiro, as inscrições para seleção ao Programa de Mestrado Profissional em Ensino das Práticas Musicais (Proemus). São oferecidas 15 vagas, para portadores de diploma de graduação em qualquer área do conhecimento. O processo seletivo formará a primeira turma do Proemus.

O Programa trata dos processos de ensino da música, com ênfase em técnicas interpretativas e suas aplicações ao ensino instrumental, vocal e de música em conjunto. Inclui pesquisas em inovações metodológicas, aperfeiçoamento de técnicas e soluções científicas relativas à prática do fazer musical sob o ponto de vista do músico-educador, fundamentadas em suas atividades práticas.

As inscrições se encerram no dia 17 de janeiro. Interessados devem comparecer à Secretaria do Proemus (Av. Pasteur, 436, fundos, andar térreo, Urca), de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. Também serão aceitas inscrições por procuração simples e via Sedex. Confira o edital.

Conhecimento e prática

Para o coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Ensino das Práticas Musicais (Proemus), Eduardo Lakschevitz, o curso atenderá uma demanda reprimida na área. “Há muitos músicos que desejam continuar com os estudos, mas não querem ser pesquisadores acadêmicos”, revela. “A ideia é trazer para a universidade pessoas com conhecimento e experiência, como o pandeirista do samba, o professor de escola pública e o desenvolvedor de softwares musicais”, aponta.

O curso se volta para a solução de problemas reais do mundo do trabalho. A expectativa é que sejam criados métodos, gravações, conceitos, softwares e revisões bibliográficas, entre outros produtos. “Esse viés mostra que a conexão entre academia e sociedade pode ser muito mais intensa – principalmente na música, em que a possibilidade do estreitamento dessa relação é muito clara”, salienta o coordenador.

O corpo docente do Proemus é formado por 12 professores, todos com reconhecimento pela atuação prática na área. O curso valoriza a relação professor-aluno, com 70% da grade curricular voltados para matérias práticas e de orientação.

Atualmente, existem apenas quatro mestrados profissionais na área de Artes no Brasil, dois dos quais são da UNIRIO (Ensino das Artes Cênicas e Ensino das Práticas Musicais). 

Outras informações estão disponíveis no edital do processo seletivo e no site do Proemus


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio