código do Google analytics Estudantes do curso de Medicina iniciam voluntariado no Hospital Gaffrée e Guinle — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Portal do Governo Brasileiro

Webmail | Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale ConoscoOuvidoriaImprensa

Central de Conteúdos

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoPublicações

ícone periódicosPortal de Periódicos

Ícone de uma filmadora na cor branca com findo azulVídeos

Você está aqui: Página Inicial / Estudantes do curso de Medicina iniciam voluntariado no Hospital Gaffrée e Guinle

Estudantes do curso de Medicina iniciam voluntariado no Hospital Gaffrée e Guinle

por Comunicação publicado 31/07/2020 08h00, última modificação 31/07/2020 09h49
Programa de estágio supervisionado reúne 80 estudantes do último ano, com ação presencial no HUGG

Teve início no dia 27 de julho ao Programa Especial de Estágio Supervisionado da Escola de Medicina e Cirurgia e do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), aprovado pela Resolução 5.030, de 20 de julho. Oitenta estudantes do último ano do curso de Medicina se voluntariaram para a ação, que consiste em atuação presencial no HUGG.

Os participantes do Programa foram submetidos a avaliação clínica epidemiológica pela professora Maria Aparecida Patroclo, do Instituto de Saúde Coletiva, em parceria com a Policlínica Piquet Carneiro (Uerj) na testagem para Covid-19 (segundo o protocolo PCR aos sintomáticos e sorologia IgM e IgG aos assintomáticos).

Cada estudante recebeu um kit de proteção inicial, que inclui 'faceshield' e conjunto de máscaras, além de capacitação sobre uso de EPIs, realizada remotamente pela médica Karla Ronchini (CCIH – HUGG) e presencialmente pelos professores da EMC Pedro Portari Filho, Sandra Garcia, Arthur Cortez e Max Fakoury. A ação contou com o apoio da Gerência de Ensino e Pesquisa (EBSERH), pela participação da psicóloga Paula Fukusawa e do administrador Lucas de Souza Silva.

A coordenação do Programa de Estágio é dos professores Andre Montillo, coordenador do curso de Medicina, e Maria Marta Tortori, diretora da EMC.

Capacitação de estudantes em auditório do HUGG

 


Capes CNPQ Imagem Rede Unirio