código do Google analytics Escola de Medicina antecipa formatura em virtude do Programa Mais Médicos — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Portal do Governo Brasileiro

Portal de IdentidadeWebmail |  Guia Telefônico |  Perguntas Frequentes |  Fale Conosco Ouvidoria

Centrais de Conteúdos

Icone de um calendárioEventos

Ícone de um jornal dobradoInformativo Em Foco

ícone periódicosPeriódicos Científicos

Quadrado com fundo azul escuro e bordas arredondadas com a descrição MEC na cor branca MEC Universidade

Você está aqui: Página Inicial / Escola de Medicina antecipa formatura em virtude do Programa Mais Médicos

Escola de Medicina antecipa formatura em virtude do Programa Mais Médicos

por Comso publicado 29/11/2018 16h05, última modificação 03/12/2018 12h38

Nesta quarta-feira, 28 de novembro, no Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG),13 alunos da Escola de Medicina e Cirurgia (EMC) da UNIRIO colaram grau, de maneira antecipada, em virtude da saída dos médicos cubanos membros do Programa Mais Médicos (PMM), voltado para melhorar o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e levar mais profissionais a regiões onde exista escassez ou ausência destes peritos.

A formatura oficial, que será realizada na próxima segunda, 3 de dezembro, foi adiantada para permitir que os interessados participem das inscrições dos editais, que ocorrem até o dia 7, e concorram às vagas recém-abertas. 

"Essa demanda veio dos alunos, que nos procuraram atraídos em ingressar no programa. Havia a intenção por parte da Instituição, mas resolvemos esperar a manifestação dos discentes, a fim de que não parecesse uma ação de caráter político. Foi uma coincidência muito agradável, já que poderemos prestar, desta maneira, um retorno rápido à população", explicou a diretora da EMC, Maria Marta Tortori. 

A necessidade da antecipação se dá, também, por exigência do processo seletivo que determina a apresentação, por parte dos candidatos, do  registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), que é obtido após a diplomação. 

"Tínhamos o interesse de participar do PMM, porém, quando vimos o caráter de urgência, resolvemos mobilizar os interessados e levar o pedido à direção, visto que o edital mudou. Caso não conseguíssemos essa antecipação, provavelmente, acabaríamos excluídos dessa chamada", afirmou Vinícius Garcez, 26 anos, um dos 13 concluintes que estão aptos a partir de agora a exercerem a carreira.

(Informações de Felipe Monteiro, assessor de comunicação social do HUGG)


Acesso a Informação Capes CNPQ Imagem Rede Unirio