Portal UnirioGuia Telefônico Contatos
Você está aqui: Página Inicial / Dissertações defendidas em 2018

Dissertações defendidas em 2018

Arquivo object code ESPETÁCULO-AULA E TEATRO- SEMINÁRIO / 2011-2015: PERSPECTIVAS METODOLÓGICAS PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE ARTES CÊNICAS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO
Arquivo ESTÉTICA DO OPRIMIDO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
O presente trabalho surge de minhas inquietações como professor de arte da rede pública de ensino de Barra Mansa - RJ na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) que possui um perfil discente marcado pelo estigma do fracasso escolar, refletindo numa apatia diante da escola e das situações de aprendizagem. Este estudo busca desenhar uma identidade para o campo da EJA a partir dos legados da Educação Popular e de Paulo Freire e ainda ressalta os desafios apresentados pelo fenômeno atual conhecido como “juvenilização da EJA”. Em seguida, a Estética do Oprimido de Augusto Boal, em diálogo com teóricos da arte educação, é apresentada como alternativa de enfrentamento dessa realidade. Tais estudos apontaram para uma arte educação na EJA mais voltada para as experiências estéticas, sensíveis e também políticas do que o ensino estanque de linguagens artísticas. Finalizo este estudo com uma reflexão analíco-sensível de minha prática em sala de aula em dois grupos de EJA em um semestre letivo.
Arquivo A FORMAÇÃO PERMANENTE DO ARTISTA-DOCENTE
RESUMO Esta pesquisa, de cunho qualitativo e etnográfico, enfatiza a necessidade de voltarmos a atenção para a formação permanente do artista-docente, aqui entendido como agente transformador do ensino do Teatro no contexto escolar. Portanto, problematiza, por meio de um traçado historiográfico –de Anchieta à contemporaneidade-, a maneira como o teatro é inserido e encarado na educação escolar, sempre atenta à voz de professores e especialistas da área da educação e do teatro. O estatuto do professor também é discutido, por um viés conceitual, a fim de ampliar os estudos sobre a identidade do professor de Teatro que atua hoje em dia na educação básica. Consubstanciada por referências teórico-documentais e respaldada na escuta de professores e profissionais responsáveis por projetos de formação continuada voltados para o professor de Teatro, a dissertação investiga e sugere caminhos para a formação permanente do artista-docente de Teatro. Por fim, com base nestes estudos e análises, evidencia a importância de ações que privilegiem a prática artística (fazer, fruir, refletir e pesquisar) no processo formativo permanente deste profissional. Palavras-chave: ensino do Teatro, formação permanente, artista-docente.
Arquivo TEATRO DO OPRIMIDO E PROJETO DE VIDA: PERSPECTIVAS EMANCIPATÓRIAS