Você está aqui: Página Inicial / Docentes / Icléia Thiesen

Icléia Thiesen

Professora Titular

cvlattes Currículo Lattes

 
                               Icléia

Formação:

  • Doutorado em Ciência da Informação, 1997 (UFRJ/ECO-CNPq/IBCT);  Pós-Doutorado em Ciência da Informação, 2008 (Université Paul Sabatier, Toulouse III)


Áreas de atuação e pesquisa:

  • Informação, Memória e História; Memória Institucional; Documentos sensíveis: produção, recuperação e acesso à informação


Principais publicações:

  • THIESEN, Icléia. Fabrique de mémoire: documents sensibles, leur mise en archives et leur statut de patrimoine de l'humanité - quels enjeux?. In: 3èmes Journées Scientifiques Internationales du Réseau MUSSI, 2016, Toulouse: ENFA - École Nationale de Formation Agronomique, 2016. v. 3. p. 19-35.
  • THIESEN, Icléia; SOARES, Joice de Souza. A informação na construção do Estado brasileiro - os discursos políticos e a Secretaria de Polícia da Corte (1833-1850). Revista do Instituto Histórico e Geographico Brazileiro, v.175, p.63-84, 2015.
  • GODOY, Rosani Parada; THIESEN, Icléia. Formação do acervo da Academia Imperial de Belas Artes e o papel das Comissões de Professores. Informação@Profissões, v. 4, p. 20-41, 2015.
  • THIESEN, Icléia. Memorial, escrita de si, trajetos. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 10, p. 399-425, 2015.
  • THIESEN, Icléia; ALMEIDA, Priscila Cabral. Lugares de memória da Ditadura e a patrimonialização da experiência política. Revista Museologia & Interdisciplinaridade, v. 4, p. 15-30, 2015.
  • THIESEN, Icléia (Org.). Documentos sensíveis: informação, arquivo e verdade na Ditadura de 1964. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014.
  • THIESEN, Icléia; COITINHO, Angélica do Carmo. BNM e BNM Digit@l: arquivo, memória e verdade - o caso Chael. In: Icléia Thiesen. (Org.). Documentos sensíveis: informação, arquivo e verdade na Ditadura de 1964. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014, p. 85-104.
  • THIESEN, Icléia. Documentos "sensíveis" entre a memória institucional e a memória vivida: a verdade (im)possível. In: MÜLLER, Angélica; STAMPA, Inez; SANTANA, Marco Aurélio. (Orgs.). Documentar a ditadura: arquivos da repressão e da resistência. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2014, p. 233-247.
  • THIESEN, Icléia. Documentos sensíveis: da produção à validação. In: III Colóquio Internacional da Rede: As transformações do documento no espaço-tempo do conhecimento, 2014, Salvador. Anais... Salvador: EDUFBA, 2014. v. 3. p. 78-96.
  • THIESEN, Icléia. Memória Institucional. João Pessoa: Editora da UFPB, 2013.
  • THIESEN, Icléia. Das profissões à busca de cientificidade: regimes, dispositivos e identidades em movimento. In: MURGUIA, Eduardo Ismael; RODRIGUES, Mara Eliane Fonseca. (Orgs.). Arquivologia, Biblioteconomia e Ciência da Informação: identidades, contrastes e perspectivas de interlocução. Niterói: Editora da UFF, 2012, v. 2, p. 81-100.
  • THIESEN, Icléia. Documentos 'sensíveis': produção, retenção, apropriaçãoTendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 6, p. 1-15, 2013.
  • THIESEN, Icléia; PATRASSO, André Luis de Almeida. Informação, representação e produção de saberes sobre o crime: o Gabinete de Identificação e de Estatística do Rio de Janeiro (1903-1907). Informação & Sociedade (UFPB. Online), v. 22, p. 83-92, 2012.
  • THIESEN, Icléia (Org.). Imagens da clausura na Ditadura de 1964: informação, memória e história. 1. ed. Rio de Janeiro: 7Letras, 2011. v. 1. 246p.
  • THIESEN, Icléia; PIMENTA, Ricardo Medeiros. Informação, arquivo e memória: os documentos da Ditadura militar no contexto da redemocratização no Brasil. In: 2e Colloque international du Réseau - Médiations et hybridations: construction sociale des savoirs et de l' information, 2011, Toulouse. Actes... Toulouse: Université de Toulouse 3 - IUT, 2011. v. 2. p. 229-243.
  • THIESEN, Icléia. A Coleção Arthur Ramos: da formação à (in)visibilidade. In: BARROS, Luitgarde Oliveira Cavalcanti. (Org.). Arthur Ramos. Rio de Janeiro: Fundação Miguel de Cervantes, 2011, p. 97-134. (Memória do Saber, CNPq)
  • THIESEN, Icléia. Jeremy Bentham et la réforme des prisons au Brésil: l'expérience de la Maison de Correction de la Cour. Revue d'Etudes Benthamiennes, v. 6, p. 79-92, 2010.
  • THIESEN, Icléia; MIRANDA, Marcos Luiz Cavalcanti de. Jeremy Bentham, o utilitarismo e a classificação do conhecimento: elementos históricos para os estudos da Ciência da Informação. Datagramazero (Rio de Janeiro), v. 11, p. 1-16, 2010.
  • THIESEN, Icléia. L'information entre réalité et imaginaire: approches historiques au Brésil. In: Journée Scientifique Internationale du Réseau - Médiations documentaires: entre réalités et imaginaires, 2010, Avignon. Médiations documentaires: entre réalités et imaginaires – Actes... Toulouse: Université de Toulouse 3 - LERASS, Equipe MICS, 2010. v. I. p. 53-70.
  • THIESEN, Icléia. Informação identificatória, memória institucional e conhecimento - Isabel Jacintha da Silva, de cativa à prisioneira na Casa de Correção da Corte. Datagramazero (Rio de Janeiro), v. 10, p. 1-15, 2009.
  • THIESEN, Icléia. Museus, Arquivos e Bibliotecas entre lugares de memória e espaços de produção de conhecimento. In: GRANATO, Marcus. (Org.). MAST Colloquia Museu e Museologia: interfaces e perspectivas. Rio de Janeiro: MAST - Museu de Astronomia e Ciências Afins, 2009, v. 11, p. 61-81.
  • THIESEN, Icléia (Org.). Santa Teresa: memória e história oral - entrevistas. Rio de Janeiro: Ponto de Cultura Memórias de Santa, 2009.
  • PINHEIRO, Marta Macedo Kerr; THIESEN, Icléia; COUZINET, Viviane. Choc informationnel et culture d'information: quelle formation à l'information?. Sciences de la Société (Toulouse), v. 25, p. 141-158, 2008.
  • THIESEN, Icléia. Informação, memória e história: a instituição de um sistema de um sistema de informação na corte do Rio de Janeiro. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 11, n. especial, p. 15-26, 2007.
  • THIESEN, Icléia. Imagens de Euclides da Cunha entre o público e o privado. Revista do Instituto Histórico e Geographico Brazileiro, v. 168, p. 11-27, 2007.
  • THIESEN, Icléia. A Casa de Correção da Corte e a fotografia identificatória. Revista do Instituto Histórico e Geographico Brazileiro, v. 167, p. 179-198, 2006.
  • THIESEN, Icléia; BARROS, Luitgarde Oliveira Cavalcanti; SANTANA, Marco Aurélio (Orgs.). Vozes do Porto: memória e história oral. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2005.
  • THIESEN, Icléia. Cidade, tempo e memória: a área portuária do Rio de Janeiro em busca de sua identidade. In: DEMBICZ, Andrzej. (Org.). Interculturalidad en America Latina: en ámbitos locales y regionales (serie Estudios y Memorias). Varsóvia: Universidade de Varsóvia, CESLA, 2004, v. 26, p. 159-167.