Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Histórico

Histórico

Perto de completar a maioridade, o Herbário da UNIRIO - o HUNI - tem muita história para contar...

Essa história começou há quase 20 anos, bem longe do Rio de Janeiro, nas terras alagadas da bacia do Rio Araguaia. Cabomba aquaticaNa época, a então professora da UNIRIO, Claudia Petean Bove, que na época fazia seu doutorado com plantas terrestres, viu seus estudos em botânica tomarem um novo rumo após uma expedição científica à bacia do Rio Araguaia, acompanhando o Dr. Wilson Costa, especialista em Sistemática de Peixes. Segundo a própria professora, a região a deixou completamente maravilhada: o encantamento provocado pela beleza e pela diversidade das plantas aquáticas da região foi tão grande que ela percebeu que ali estava exatamente aquilo com o quê gostaria de trabalhar. Após finalizar seu doutorado, a Dra. Claudia começou a fazer levantamentos sobre plantas aquáticas, surpreendendo-se com a falta de material sobre esse assunto diante da vastidão dos ecossistemas aquáticos terrestres no Brasil e das constantes ameaças a que estão submetidos, como poluição, destruição de matas ciliares e desvio de cursos d'água.

Diante deste quadro, a Dra. Claudia elaborou um projeto de pesquisa para fazer o levantamento e estudo taxonômico das espécies aquáticas do país e, contando com a colaboração de duas entãoalunas do curso de Ciências Biológicas, Samantha Koehler e Jane Morrey-Jones, partiu para uma nova expedição à bacia do Rio Araguaia. Nessa primeira expedição foram coletadas as plantas aquáticas que seriam o marco fundador do HUNI.

De volta ao Rio de Janeiro duas semanas depois, com aproximadamente 100 exemplares coletados e com a certeza de que essa seria a primeira de muitas outras expedições em busca de plantas aquáticas, a Dra. Claudia e sua equipe se viram motivadas a escrever um projeto para criação de um herbário especializado nesse grupo de plantas, com o intuito de ser um centro de referência em vegetais aquáticos continentais.

Em 1998, o Herbário da UNIRIO foi então fundado, tendo como objetivo ser um herbário especializado em plantas aquáticas, abrigando inicialmente a Coleção de Plantas Hidrófitas Vasculares iniciada com as coletas na região da bacia do Rio Araguaia, e assim se manteve durante o período em que a Dra. Claudia permaneceu como docente na UNIRIO. Com sua ida ao Museu Nacional, em 2002, o herbário foi perdendo a característica inicial da sua concepção e foi se adequando à nova realidade em que se encontrava, passando lentamente a abrigar também depósitos de exemplares de plantas terrestres, temática dominante entre os docentes da UNIRIO.


Logo HUNI sem nomeDesta maneira, a partir da curadoria da Profa. Dra. Laura Jane Moreira Santiago, o HUNI deixou de ser um herbário de plantas aquáticas, e passou a ter como objetivo reunir e manter em seu acervo materiais voltados ao estudo da biodiversidade vegetal fluminense. Nesta mesma época o Herbário ganhou seu logotipo. Idealizado pelo então estagiário do Herbário, o hoje Biólogo Luiz Fernando Bondi de Macedo, o logotipo se resume a uma folha composta imparipinada sobre o conhecido logotipo da UNIRIO, em azul. Em abril de 2006, o HUNI, embora com um acervo de apenas 600 plantas - ainda com maioria absoluta de plantas hidrófitas vasculares - foi credenciado através do processo no. 02000.000936/2006-60, junto ao Ministério do Meio Ambiente (MMA) e ao Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGEN) como Instituição Fiel Depositária de componentes do Patrimônio Genético (Deliberação n. 145 de 27 de Abril de 2006). No mesmo ano, durante a XXV Jornada Fluminense de Botânica, realizada na UNIRIO, o Herbário teve seu nome alterado para Herbário Prof. Jorge Pedro Pereira Carauta, em homenagem ao ilustre botânico. A sigla HUNI, no entanto, permanece inalterada.

Em meados de 2013, na curadoria do Prof. Dr. Joel Campos de Paula, o HUNI começou a passar por uma fase de reorganização e reestruturação do seu acervo, devido à demanda gerada pela crescente produção científica dos alunos e professores do Instituto de Biociências, principalmente após a criação do Curso de Pós-graduação em Ciências Biológias (PPGBIO) com ênfase em Biodiversidade Neotropical. No ano seguinte, o HUNI foi contemplado com a aprovação do Projeto “Recuperação, Preservação e Expansão do Acervo do Herbário Prof. Jorge Pedro Pereira Carauta – HUNI” (Processo n. 110.069/2014 - Edital APQ4 - Apoio à Preservação de Acervos da FAPERJ - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro), apoio este fundamental para a revitalização do acervo. O HUNI ainda conta com verba institucional da UNIRIO para manutenção da sua estrutura física e acervo.

No final de 2014, o projeto de recuperação, preservação e expansão do acervo foi adaptado e submetido como Projeto de Extensão, sob coordenação da Bióloga Dra. Sandra Zorat Cordeiro, a Pró-reitoria de Extensão e Cultura da UNIRIO, sendo aprovado no início de 2015 (Processo 2015.00489.1.5-2/469 - ProExC/UNIRIO). Em novembro de 2015, o HUNI conseguiu cadastro junto à Rede Brasileira de Herbários (RBH) vinculada à Sociedade Botânica do Brasil (SBB), composta por um catálogo que apresenta dados sobre os acervos dos herbários nacionais, articulando e fomentando o desenvolvimento dos herbários brasileiros e suas coleções associadas e auxiliares.

No final de 2017, contando com a colaboração do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, o HUNI finalmente disponibilizou seu acervo online, através da Plataforma JABOT. Em 2018, o HUNI ingressou no Index Herbariorum. Em abril de 2019, com aprovação do colegiado do Departamento de Botânica, a curadoria do HUNI passou para a Dra. Sandra Zorat Cordeiro, tendo como vice, o Prof. Dr. Joel Campos de Paula.

Hoje, juntamente com os herbários RB (do Jardim Botânico do Rio de Janeiro), R (do Museu Nacional) e com o RFA (do Instituto de Biologia da UFRJ), o HUNI faz parte do pequeno grupo de instituições do Rio de Janeiro credenciadas como guardiãs oficiais de coleções de plantas no Rio de Janeiro. 

Menu

Página Inicial

Histórico

Patrono  Símbolo verde claro

 

Acervo

- Coleção Claudia Bove

Serviços

Equipe

Colaboradores

Parcerias

Projetos de Extensão   

- Canto das Flores ONLINE  

     Logo Coleção Didática - definitivo

Fale conosco

Divulgação

HUNI na mídia

Eventos

Agradecimentos

 

ACESSO AO ACERVO HUNI

>>> JABOT <<<

     Logo HUNI sem nome 

>>> SPECIES LINK <<<

     Logo HUNI sem nome

Nossas mídias sociais: 

Logo Facebook   Logo Instagram

 

Apoio

Logo FAPERJ

 

 

 

 

Colaboração

              JBRJ

 INCT

SpeciesLink