Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Institucional

Institucional

A Biblioteca Central da UNIRIO foi criada em 1976 com o objetivo de dotar a Federação das Escolas Federais Isoladas do Estado do Rio de Janeiro (FEFIERJ) da estrutura mínima, exigida pelo MEC, para permitir seu reconhecimento como Universidade. Teve como sede, em sua fase inicial de organização, a saleta da chefia da Biblioteca do Curso de Enfermagem.

Em agosto de 1977, passou a ocupar o espaço que lhe fora destinado no primeiro andar do prédio da Av.Pasteur, 296, onde funciona hoje o Arquivo Central. Foi inaugurada oficialmente em 11/11/1977, na gestão do professor José Maria Bezerra Paiva, segundo Presidente da FEFIERJ.

O acervo inicial de 500 volumes, formado por doações de pessoas físicas, foi ampliado através de doações solicitadas a Consulados de diversos países. Mais tarde, esse acervo foi enriquecido de mais de 1.800 volumes, em sua maior parte de Obras de Referência, recebidas da Seção da Enciclopédia e do Dicionário do Instituto Nacional do Livro, através de Convênio com a Delegacia Regional do MEC (DR3).

Em 1984, a então Pró-Reitoria Acadêmica viria a realizar uma análise diagnóstica das Bibliotecas da UNIRIO, trabalho que resultou no "Projeto Biblioteca", onde nove metas de desenvolvimento foram definidas para as bibliotecas de nossa Universidade.

Um dos desdobramentos desse projeto foi a constituição de uma equipe, composta por um bibliotecário de cada biblioteca, um representante docente, um discente, a Coordenadora do Curso de Biblioteconomia e um representante da Pró-Reitoria Acadêmica. Essa equipe elaborou o documento "Política de Desenvolvimento das Bibliotecas da UNIRIO", aprovado pela Resolução 496, de 25/08/1986, que cria o Sistema de Bibliotecas da UNIRIO, definindo a sua estrutura organizacional e funcional. Hoje, o Sistema de Bibliotecas compõe-se de um Conselho Biblioteconômico da Biblioteca Central e de 4 Bibliotecas Setoriais.

Em 1988, a Biblioteca Central foi transferida para sua sede atual, na Av.Pasteur, 436, espaço que passou a dividir com a Biblioteca do Centro de Letras e Artes. A partir de 1997, a Biblioteca do Centro de Ciências Humanas veio a integrar esse mesmo espaço.