Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Acervos Especiais

Acervos Especiais

ACERVOS ESPECIAIS DA BIBLIOTECA CENTRAL DA UNIRIO

 

Histórico dos itens especiais

 

A origem do Acervo Especial das bibliotecas da UNIRIO é muito próxima à da maioria das instituições públicas do Brasil: diversificada, reflexo de uma política cultural com interrupções e descontinuidades, apresentando de tudo um pouco. Possuímos acervos característicos das áreas de arquivos pessoais, bibliotecas e museus dispersos pelas diversas bibliotecas do Sistema.

Os critérios de cronologia e singularidade dos itens, assim como valores relacionados à produção intelectual, política e histórico dos cursos formadores da UNIRIO[1], constituem o ponto de partida para a seleção do acervo de livros; porém, não são os únicos. Herdamos itens por fusões de instituições, que deram origem à própria universidade, ou em função da extinção de bibliotecas.

Quando da inauguração da nova sede da Biblioteca Central da UNIRIO, o então Reitor, Professor Guilherme de Oliveira Figueiredo (1978-1988), fez diversos pedidos de doações de obras a entidades nacionais e internacionais. Neste período, recebemos grandes doações. Acredita-se que a origem de algumas obras especiais, que não guardam relação com os acervos das Escolas formadoras da universidade, se refira a este período.

Em outros casos específicos, os itens foram adquiridos por doação de indivíduos e instituições privadas, como editoras, consulados de diversos países e entidades públicas. Há um considerável acervo proveniente da Seção da Enciclopédia e do Dicionário do Instituto Nacional do Livro - INL. Acervos particulares como os de Antonio Vieira de Mello, Oswaldo Torres Galvão, Jorge de Oliveira Maia, Vera Janacopulos e a biblioteca do próprio Guilherme Figueiredo também fazem parte deste conjunto.

Recentemente, com a formulação de uma política de formação e desenvolvimento de coleções, passamos a adquirir alguns itens considerados relevantes por compra.

 

Destaques destes acervos

 

  • Um banco de peças teatrais que guarda importantes testemunhos da censura no país, e diversos programas de teatro;
  • Partituras diversas, como o Acervo Vera Janacopulos, que reflete o trabalho dessa notável cantora lírica brasileira na promoção de compositores, como Stravinsky e Villa-Lobos; coleção de partituras do musicólogo Aloysio de Alencar Pinto;
  • Discos de vinil, CDs de música, songbooks, slides, DVDs de filmes e seriados, todos disponíveis para consulta na Fonoteca da Biblioteca Central;
  • Na área de saúde, reunimos um acervo de livros representativos de Enfermagem, Nutrição e Medicina. Na Nutrição, o destaque vai para a coleção de periódicos, com as coleções completas e digitalizadas do Boletim SAPS - Serviço de Alimentação da Previdência Social e o Boletim da Associação Brasileira de Nutricionistas;
  • A Coleção Brasiliana, com seus mais de 300 volumes, suas capas originais e seus distintos formatos;
  • Comodato de livros da área de Música com a Universidade Karlsruhe;
  • Também disponibilizamos quatro importantes acervos especiais de livros e periódicos, inclusive com obras raras, datadas dos séculos XVII e XVIII. São eles: Acervo Básico-Histórico da Primeira Escola de Biblioteconomia do Brasil (coleção oriunda da Biblioteca Nacional, herdada com a transferência do curso de Biblioteconomia para a UNIRIO); Coleção Vieira de Mello; Coleção Guilherme Figueiredo, com autógrafos e dedicatórias especiais. Estas duas apresentam obras nas áreas de filosofia, história, direito, antropologia cultural, ciência da religião, teoria da arte, cinema, dança, teoria musical, letras, filologia e literatura; e a Coleção Shakespeariana, com mais de mil títulos;
  • Recentemente foi identificada a Coleção Oswaldo Torres Galvão – OTG, na área de história política do Brasil;
  • Realçamos também a coleção de mapas e atlas com belíssimos fac-similes da idade média, reproduções fieis dos primeiros estudos cartográficos do mundo;
  • Coleção de literatura infantojuvenil;
  • O arquivo pessoal do dramaturgo e ex-Reitor da UNIRIO, professor Guilherme de Oliveira Figueiredo (1915-1997);
  • Como objetos museológicos (museália), a Biblioteca possui alguns instrumentos musicais de beleza ímpar, além de uma coleção de máscaras rituais, teatrais e artísticas de diversas procedências; uma coleção de objetos de artesanato e arte popular de diversas regiões brasileiras; uma coleção de pôsteres de peças teatrais de Guilherme Figueiredo; fotos, gravuras francesas; e algumas telas de artistas nacionais e estrangeiros. Algumas dessas obras estão em exposição permanente na Biblioteca Central.


[1] Cursos formadores da UNIRIO: Curso de Enfermagem da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto; Curso de Nutrição; Curso de Teatro do Conservatório Nacional de Teatro; Curso de Música do Instituto Villa-Lobos; Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro; e Curso de Biblioteconomia. Mais tarde foram integrados os cursos de Museologia e de Arquivologia.